Publicidade
ARTIGO | Netflix e Twitch Ads: o potencial dos anúncios no universo dos streamings
13 de Junho de 2024

ARTIGO | Netflix e Twitch Ads: o potencial dos anúncios no universo dos streamings

Fato é que o consumo de conteúdo on-line segue em franco crescimento

Publicidade

Por Felipe Macedo*

Em um mundo onde a conectividade impera em praticamente todos os aspectos de nossas vidas, os anúncios digitais se tornaram ferramentas indispensáveis no cenário do marketing. De banners em websites a vídeos promocionais em diferentes canais de comunicação, esses “pequenos notáveis”, hoje, são peças-chaves para muitos negócios que buscam alcançar seu público-alvo de maneira eficaz e engajadora, sobretudo os e-commerces. Nesse contexto, o potencial dos Ads em gigantes do streaming, como Netflix e Twitch, tem se sobressaído como nunca.

Publicidade

Para se ter ideia, entre janeiro e junho de 2023, o investimento em publicidade digital no Brasil registrou crescimento de 11% e movimentou R$ 16,4 bilhões, de acordo com o estudo Digital AdSpend Brasil, produzido pelo IAB Brasil, em parceria com a Kantar Ibope Media. O relatório mostra ainda que essa elevação foi impulsionada pelos pequenos e médios anunciantes, que aumentaram em 13% seus investimentos. Os cinco setores que concentraram mais de 60% do investimento em publicidade digital foram: comércio (27,18%), serviços (13,35%), mídia (7,81%), eletrônicos e informática (5,96%) e financeiro e securitário (5,94%).

Os anúncios digitais oferecem uma série de vantagens. Em primeiro lugar, permitem uma segmentação precisa, com base em dados demográficos, interesses e comportamentos on-line. Isso significa que as empresas podem alcançar as pessoas certas no momento certo, aumentando a eficácia de suas campanhas. Além disso, são estratégias altamente mensuráveis, ou seja, as marcas podem acompanhar e analisar o desempenho de suas ações em tempo real, ajustando-as conforme necessário para obterem melhores resultados.

E é justamente no ambiente dos streamings que os anúncios digitais alcançam seu poder máximo. Afinal, essas plataformas já se tornaram parte integrante da vida cotidiana de milhões de pessoas em todo o mundo. Em meio a esses serviços as marcas têm a oportunidade de se conectarem com os seus consumidores de maneira altamente envolvente e imersiva.

A mais popular do mundo

A Netflix, por exemplo, criou o plano “Básico com anúncios” para usuários que desejam consumir conteúdos por um valor mais barato, sem se importarem com a veiculação de anúncios. Funciona da seguinte forma: antes e durante a reprodução dos filmes e séries, há um intervalo para a exibição das propagandas. Essa pausa pode durar entre 4 e 5 minutos com publicidades de 15 ou 30 segundos. Depois de um bloco de anúncios, outro será exibido após uma hora de reprodução.

A gigante anunciou em novembro de 2023 que, após um ano do lançamento, já havia conquistado a marca de 15 milhões de usuários ativos por mês no mundo todo. Entre os recursos oferecidos, destaque para o seu já consolidado Top 10, em que os anunciantes podem direcionar publicidades para as séries e os filmes de maior sucesso na plataforma. Já a partir do primeiro trimestre deste ano, o seu novo formato binge ad (nome provisório), que aproveita o comportamento de quem ama “maratonar”, pode ser usufruído. A novidade garante que, depois de assistir a três episódios consecutivos de determinada série, os assinantes poderão vir ao quarto sem anúncios.

Twitch mostrando sua força

A Twitch é uma plataforma de streaming de vídeos ao vivo, que hoje pertence a Amazon, voltada principalmente para transmissões de gamers, esportistas e influenciadores de jogos. Possui mais de 140 milhões de usuários ativos mensais e 15 milhões de usuários ativos diários. Quase 50% do seu público passa mais de 20 horas semanais assistindo a transmissões na plataforma. Sendo assim, além da possibilidade de firmar parcerias com influenciadores e streamers, as marcas têm diferentes opções de formatos de anúncio: de carrossel na página inicial a vídeo premium reproduzido durante as lives.

No entanto, para aproveitar ao máximo o potencial dos anúncios em qualquer serviço de streaming, as empresas precisam adotar uma abordagem cuidadosa e estratégica. É essencial criar anúncios que sejam relevantes, cativantes e alinhados com o contexto do conteúdo em que estão inseridos. Além disso, as marcas também devem considerar o poder da personalização, adaptando as publicidades com base nos interesses e nas preferências individuais dos espectadores.

Fato é que o consumo de conteúdo on-line segue em franco crescimento. As marcas que desejam permanecer relevantes e competitivas no mercado atual podem e devem abraçar o potencial que os anúncios digitais nas gigantes de streaming tem a oferecer.

*Felipe Macedo é co-CEO e Fundador da Corebiz, empresa que faz parte do WPP e é referência na implementação de negócios digitais na Europa e na América Latina. Conta com escritórios no Brasil, no México, no Chile, na Argentina e na Espanha e já executou projetos em mais de 43 países entre as maiores marcas do mercado, com serviços de implantação e crescimento de e-commerce, SEO, Mídia e CRO.

 Foto: Freepik

Publicidade
WhatsApp
Junte-se a nós no WhatsApp para ficar por dentro das últimas novidades! Entre no grupo

Ao entrar neste grupo do WhatsApp, você concorda com os termos e política de privacidade aplicáveis.

    Newsletter


    Publicidade