Publicidade
Defesa do Consumidor chega à conclusão de que 70% das pessoas buscam o ChatGPT para buscar informações
13 de Julho de 2023

Defesa do Consumidor chega à conclusão de que 70% das pessoas buscam o ChatGPT para buscar informações

Pesquisa feita em alguns países da Europa conclui que a população recorre a Inteligência Artificial (IA)

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

 

A Defesa do Consumidor (DECO) citou, nesta semana, como resultado de uma pesquisa que foi realizada em junho deste ano com consumidores europeus, que 70% dos usuários recorrem à Inteligência Artificial (IA) quando buscam por informações na internet.

Publicidade

O estudo foi feito em Portugal, Itália, Espanha e Bélgica, reunindo cinco empresas nacionais de consumidores. Nas perguntas, que foram feitas on-line, foram captadas mais de 4 mil respostas de usuários com idade entre 18 e 74 anos.

Para entender um pouco mais sobre este estudo, das 10 perguntas feitas pela DECO sobre como o consumidor se sente quando o assunto é confiança e satisfação com o ChatGPT, a conclusão é que a tecnologia é utilizada por um a cada dois internautas que responderam às perguntas. Sendo destes números, 18% revelaram utilizar apenas “de vez em quando” e 12% buscarem “com frequência”.

Mesmo com estes resultados, ainda existem dúvidas entre as pessoas sobre este assunto. As razões de quem não utiliza a IA é, principalmente, pelo fato de nunca ter escutado falar sobre o assunto, em seguida está a preocupação com a privacidade e, por último, a “falta de confiança nas respostas geradas”.

Já, ao contrário, que são as razões para a utilização do ChatGP são:

● Busca por informação (68%);
● Redação de textos (62%);
● Resumo de informações (37%);
● Inspiração (31%);
● Geração de imagens (25%).

Quando questionados pela pesquisa sobre a sua satisfação com a IA, os usuários que gostam da tecnologia estão bem à frente, já que 44% disseram que esta ferramenta se tornou a primeira forma de buscar determinado assunto. A grande parte dos entrevistados (31%) também afirmou que o ChatGPT é uma fonte de informação com crédito e 73% estão satisfeitos e se sentem confiantes com as respostas obtidas na ferramenta.

No quesito otimização de tempo em algumas áreas, 33% das pessoas que já utilizaram ou não acreditam que o ChatGPT ajuda bastante no dia a dia. Porém, 34% também acredita que esta tecnologia pode deixar as pessoas um pouco mais preguiçosas e 28% consideram um desemprego maior, já que o ChatGPT faz o trabalho de alguns seres humanos.

Segundo Meio e Publicidade, a tendência entre os usuários que utilizarão o ChatGPT é ser confiantes que a privacidade não será exposta pela ferramenta. Mesmo assim, 21% dos entrevistados acreditam que as autoridades da Europa farão um controle mais eficiente em cima dos dados que são captados. E 30% consideram a possibilidade de as autoridades europeias terem a autonomia de realizar o bloqueio da ferramenta, caso seja necessário.

E você? Já usou o ChatGPT? Conte um pouco de como foi a sua experiência e como é a sua confiança na ferramenta.

Publicidade
Publicidade