Publicidade
ARTIGO | Quais são os caminhos para promover inovação no setor público?
22 de Março de 2024

ARTIGO | Quais são os caminhos para promover inovação no setor público?

É fundamental identificar as áreas problemáticas e entender profundamente os desafios enfrentados

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

Por Jonathan Veras*

Inovar em organizações públicas pode ser algo complexo, mas não impossível. Certamente, requer uma abordagem cuidadosa e estratégica. Para começar, é essencial compreender que a inovação interna nesse segmento difere de outros contextos, pois demanda ruptura com os padrões estabelecidos. Não se trata apenas de implementar tecnologia, mas também de repensar e redefinir procedimentos e atitudes. Além disso, toda e qualquer mudança visa otimizar operações, não as complicar ou aumentar a carga de trabalho.  

Publicidade

Antes de iniciar qualquer transformação, é fundamental identificar as áreas problemáticas e entender profundamente os desafios enfrentados. O primeiro passo consiste em examinar minuciosamente os erros e buscar soluções adequadas. Além disso, é imprescindível ampliar a visão além do nosso domínio específico, por isso possuir um repertório diversificado é também essencial no processo. As ferramentas de inteligência artificial são um exemplo disso, uma vez que só conseguem gerar ideias quando alimentadas com uma quantidade significativa de informações. 

Lidando com egos 

É crucial evitar que o ego se sobreponha ao propósito coletivo. Embora a hierarquia e as cadeias de comando sejam importantes, inovar é uma jornada colaborativa que não tem um dono exclusivo. Por essa razão, é necessário compreender e aceitar a construção coletiva, que requer o envolvimento e a contribuição de todos os membros da equipe. Para garantir o sucesso, é indicado cultivar um ambiente de trabalho que valorize a diversidade de ideias e perspectivas, promovendo a colaboração e o compartilhamento de conhecimento em prol do objetivo comum. 

Simplificando processos 

A chave para viabilizar a inovação reside na simplificação. Ao simplificar os procedimentos, é possível gerar impacto positivo que facilite a vida de todos e promova experiências mais eficientes e satisfatórias para o cidadão. Contudo, é fundamental manter um olhar humano, reconhecendo que podemos realizar mudanças eficazes quando consideramos as necessidades de todas as pessoas envolvidas. 

Por último, mas não menos importante, é preciso reconhecer que as dificuldades do dia a dia são oportunidades de inovar. O fogo só existe por causa do frio e a roda foi criada pela dificuldade de transportar objetos por longas distâncias. Ao enfrentar os desafios cotidianos, podemos identificar novas maneiras de abordar problemas e desenvolver soluções criativas e eficazes em prol dos servidores públicos e da comunidade. 

*Jonathan Veras é CEO da Cidade Conectada, startup voltada para prefeituras que integra o portfólio da Dome Ventures / Diogo Catão é CEO da Dome Ventures, uma Venture Builder GovTech que tem o propósito de transformar o futuro das instituições públicas no Brasil.

Foto: Freepik

Publicidade