Publicidade
2W Ecobank investe em clientes no mercado livre de energia
21 de Agosto de 2023

2W Ecobank investe em clientes no mercado livre de energia

Ação ocorre no estado de Santa Catarina

Publicidade

O mercado livre de energia já é responsável por 40% da comercialização no Brasil. A abertura do setor foi instituída em agosto de 1998, permitindo que consumidores do mercado de alta tensão comprem energia elétrica de qualquer supridor.

Hoje, o modelo atende 34.000 unidades consumidoras, agrupadas em mais de 12.000 empresas que compram mais de 60% da sua energia diretamente com comercializadores. A partir de 2024, o mercado livre vai abranger tanto clientes de alta como de média tensão. No futuro, todos os consumidores – inclusive os de baixa tensão – devem ter essa opção. Com a abertura do mercado, os consumidores passam a ter liberdade de escolha, o que pode ampliar a competitividade de negócios ao permitir o acesso a outros fornecedores para além da distribuidora.

Publicidade

Com a autonomia, o consumidor é capaz de gerenciar suas preferências, podendo optar por produtos que atendam melhor seu perfil de consumo (como os horários em que necessita consumir mais energia) e assim conseguir preços menores.

Aproveitando essa oportunidade de aderir ao Ambiente de Contratação Livre (ACL), diversos empreendimentos e empresas de Santa Catarina já estão praticando a sustentabilidade e a conquistando a energia renovável, migrando para mercado livre através da 2W Ecobank. Os benefícios deste ambiente de contratação incluem potencial economia na tarifa, migração para energia renovável, maior controle e uso mais eficiente do recurso. Indústria em geral, Supermercados, Comércio Varejista, Cerâmicas, Atacadista e Condomínios, são exemplos de setores para os quais a migração é bastante vantajosa.

“Santa Catarina conta com muitas empresas nas regiões Sul e Oeste e é muito industrializada na região Norte, por isso é uma região chave para avançarmos na popularização da opção pelo mercado livre de energia em todo país. Investimos e reforçamos o time da 2W no estado com novos consultores com experiência comercial e realizamos alinhamento para repassarem com mais rapidez e transparência mais informação as pequenas e médias empresas que terão acesso a um modelo que promove maior economia e sustentabilidade e que até hoje só estava disponível para as grandes organizações. A 2W conta com um time de mais de 3 mil parceiros de negócios, sendo grande parte integrada por empresas de energia solar”, destaca Ciro Neto, Partner e Head de Desenvolvimento de negócios da 2W na região Sul.

Visando oferecer aos clientes mais opções para ingressar no mercado livre de energia elétrica, a empresa realizará nos próximos meses uma série de visitas nas principais cidades da região Sul como Criciúma, Florianópolis, Joinville, Porto Alegre, Caxias do Sul, Santa Maria, Curitiba, Londrina e Toledo. Além de participações em eventos e visitas institucionais e imprensa, as agendas de visitas estão sendo voltadas para empresários industriais, executivos e gerentes de áreas que atuam na tomada de decisões estratégicas das empresas. O foco será mostrar aos empresários como economizar entrando para o mercado livre de energia, o que fazer para ingressar na 2W e todos os benefícios que podem obter no curto, médio e longo prazo.

Em Santa Catarina, a empresa já conta com 90 clientes, ficando atrás apenas de São Paulo no número de clientes. Entre os novos clientes da 2W nas últimas semanas na capital catarinense estão o “Condomínio Ingleses Holiday Center”, com 100 apartamentos, localizado bairro Ingleses do Rio Vermelho, que irá economizar mais de R$800 mil/ano na sua conta de energia nos próximos 10 anos. Os hóspedes e moradores também terão a sua disposição carregadores para carros elétricos da 2W.

Todos os carregadores estão de acordo com a ABNT NBR 17.019: Instalações elétricas de baixa tensão e ABNT NBR 61.851: Sistema de recarga condutiva para veículos elétricos, trazendo total segurança para os futuros usuários do sistema e para os veículos que serão alimentados. O hotel “Fuso Concept”, localizado na praia de Jurerê, umas das mais badaladas do país e com um dos maiores PIBs concentrados em um único bairro, vai economizar R$350 mil em cinco anos de contrato. No Centro da cidade, o “Pátio Milano”, um mall gastronômico localizado na Av. Mauro Ramos, uma das principais vias da capital, irá economizar R$210 mil em cinco anos e a “Casa Milano Hercílio Luz”, espaço de eventos, R$100 mil em sete anos.

No Rio Grande do Sul, a 2W expandiu de forma significativa o número de clientes neste ano chegando a 80 e já é um dos 5 estados com mais clientes no rol da 2W. No estado, a empresa já conta com grandes clientes como o Semae (Serviço Municipal de Água e Esgotos de São Leopoldo), que projeta economizar nesse novo modelo de consumo é calculado em aproximadamente R$9 milhões, no período de seis anos, e o Banrisul (Banco do Estado do Rio Grande do Sul), num contrato que prevê o fornecimento de mais de 140 GWh até dezembro de 2031 para mais de 100 agências.

Já no Paraná, também nas últimas semanas, a 2W Ecobank ganhou novos clientes com a entrada do Villa Planalto Buffet, Supermercado Piraquara e Avenida, Instituto do Rim, Supermercado Paulista, ABB Curitiba, Frigorifico Família Costa e Cielo Plásticos.

“Nosso foco principal são clientes de pequeno e médio porte catarinenses, no que a companhia encara como uma oportunidade para democratizar a energia renovável comercializada no mercado livre. Somos uma plataforma que tem objetivo de fornecer energia renovável, finanças verdes e sustentabilidade em um só lugar. A energia produzida será comercializada no mercado livre, com foco em pequenas e médias empresas, a um custo até 30% menor que o da concessionária. A 2W oferece uma cesta diversa de produtos aos clientes, incluindo soluções sustentáveis, financeiras e de ESG”, conclui Ciro.

Publicidade
Publicidade