Publicidade
Blumenau | Lançamento de documentário sobre mulheres que escreveram a história da cidade
26 de Fevereiro de 2024

Blumenau | Lançamento de documentário sobre mulheres que escreveram a história da cidade

O evento é gratuito e aberto à comunidade

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

No dia 4/3, a Universidade Regional de Blumenau (FURB) recebe o lançamento do documentário Força: substantivo feminino.

A série documental em cinco episódios conta a história de 40 mulheres que teceram a história do município e não tiveram o merecido reconhecimento público. A obra conta com pesquisa e roteiro das jornalistas Letícia da Silva, Mariana Paula e Soila Freese; e direção geral de Mariana Paula. O evento, gratuito e aberto à comunidade, será às 19h, no auditório do Bloco J da universidade.

Publicidade

Roda de conversa

Além da exibição dos vídeos, alusiva à programação da semana do Dia Internacional da Mulher, haverá também uma roda de conversa com a equipe de produção e convidadas especiais.

Participam as jornalistas Letícia da Silva e Soila Freese, responsáveis pelo trabalho de pesquisa, roteiro e produção da série; o publicitário Eduardo Burgardt, que editou e criou a identidade visual do documentário; a historiadora Franciele Scheurich, que contribuiu para a etapa de pesquisa do projeto; a professora e empreendedora educacional Shirlei Silva, criadora do projeto Olakunde, que provoca discussões e reflexões sobre as questões inerentes à negritude; e a professora e escritora indígena Maria Elis Tolym Nunc-Nfoonro, que atua com literatura infanto juvenil e já recebeu premiação nacional por seus textos.

Soila Freese, pesquisadora e produtora-executiva conta que, “O documentário traz luz para uma parte da história que está lá, registrada, mas fica restrita a trabalhos acadêmicos e dificilmente chega até a casa das pessoas. Costumamos ouvir que as mulheres eram meras coadjuvantes da história e tendemos a aceitar isso como verdade. Mas o protagonismo feminino no desenvolvimento de Blumenau existe desde a formação da colônia. É isso que vamos mostrar em cinco episódios: quem são algumas das mulheres que fizeram a diferença na economia, na cultura, na saúde e nos projetos sociais”.

“A série pretende começar um movimento de reparação histórica. Queremos que qualquer pessoa que more em Blumenau saiba na ponta da língua quem são e como contribuíram essas mulheres protagonistas da nossa história local. Até hoje usufruimos do legado de muitas delas e sequer reconhecemos. Elas não ganharam nomes de rua nem monumentos em praças, como é comum entre os homens empreendedores, mas sem elas não viveríamos na cidade que temos hoje”, destaca a diretora-geral, pesquisadora e roteirista Mariana Paula.

“Força: substantivo feminino é um documentário concebido em linguagem contemporânea e dinâmica, dividido em cinco episódios temáticos. Ainda que haja apoio em fotos antigas e documentos históricos, o cuidado na concepção visual foi para tratar o tema com estética e narrativa atuais, que comuniquem com diferentes públicos – inclusive os mais jovens. A começar pela vinheta, que brinca com elementos que remetem aos stickers das redes sociais”, define o editor e também responsável pela identidade visual do projeto, Edu Burgardt.

Mulheres inspiradoras

O projeto conta com depoimentos de mulheres inspiradoras, como a historiadora Cristina Wolff, a musicista Noemi Kellermann e a professora Maria Beatriz Niemeyer. A consultoria de conteúdo é da historiadora e entusiasta do tema, Sueli Petry e contou também com a colaboração de outros profissionais, como a historiadora Franciele Scheurich. Nos bastidores, mulheres que se inquietam quando os nomes dos homens se destacam em qualquer roda de conversa, como se às mulheres bastasse o papel de coadjuvantes.

“Foram nove meses de muito trabalho. Já na fase de pesquisa e roteirização percebemos como seria desafiador delimitar o número de mulheres para ter um panorama relevante sem cair em clichês e conscientes de que deixaríamos algumas pessoas incríveis de fora. Não pretendemos resolver a questão histórica com os 20 minutos de conteúdo, mas o movimento de reparação precisa começar de algum ponto e contamos com todos que se sensibilizam com o tema para compartilhar os vídeos e assim fazer com que o movimento de valorização feminino cresça cada vez mais”, complementa a diretora de produção, pesquisadora, roteirista e apresentadora da série Letícia da Silva.

O projeto Força: substantivo feminino é patrocinado pelo Fundo Municipal de Apoio à Cultura de Blumenau, contemplado no 5º Prêmio Herbert Holetz, nº 50. Além da FURB, a série documental histórica também será exibida em escolas da rede pública de Blumenau, com roda de conversa com produtores do documentário. A obra seriada é traduzida em LIBRAS e legendada, como formas de aumentar a acessibilidade. Estará disponível de forma gratuita pelo canal do YouTube @TrilhaFilmesSC e no site dedicado ao projeto.

Ficha técnica:
Força: substantivo feminino
Pesquisa: Letícia da Silva, Mariana Paula e Soila Freese
Roteiros: Letícia da Silva e Mariana Paula
Edição, arte e finalização: Edu Burgardt
Imagens: OLV Creative
Produção executiva: Soila Freese
Apresentação: Letícia da Silva
Direção geral: Mariana Paula
Conteúdo digital: Edu Burgardt e Letícia da Silva
Consultoria de conteúdo editorial: Sueli Petry
Fotos de divulgação: Alex Miranda
LIBRAS: Marineide dos Santos
Estúdio: Cuka Filmes
Cenário: ID Design
Maquiagem: Jane Corrente
Divulgação cultural, AI: Nane Pereira Comunicação e Arte.

Foto do topo: Acervo de Dieter Altenburg

Publicidade
Publicidade