Publicidade
Arqueologia poética: BADESC sedia exposição individual
18 de Setembro de 2023

Arqueologia poética: BADESC sedia exposição individual

Exposição A Arqueóloga na Casa do Sonho, por Luanda de Oliveira, é aberta no dia 21/9, com entrada gratuita

Publicidade

A 4º exposição selecionada no Edital 2023 da Fundação Cultural BADESC será aberta na quinta, dia 21/9, desta vez, apresentando a mostra A Arqueóloga na Casa do Sonho, da artista Luanda de Oliveira, é inédita e a abertura será a partir das 19h. A entrada é gratuita.

A instalação de 41 peças, que apresenta uma ‘casa abandonada’, é formada por fragmentos de diversas casas já habitadas pela artista. São vestígios do passado que aparecem em costuras, desenhos e textos, junto a móveis e objetos que pertenceram a familiares, formando a ambientação da casa. Segundo Luanda, a exposição é uma narrativa ficcional em campo expandido, entre as artes visuais e a literatura.

Publicidade

“O conjunto de trabalhos foi realizado ao longo de meu curso de mestrado entre os anos 2020 e 2022. E em 2023, ao pensarmos a expografia para a Fundação o processo artístico teve continuidade, tanto que o título da pesquisa é o mesmo da narrativa poética que construí como parte prática do trabalho”, explica a artista.

Arqueóloga

Na narrativa construída por Luanda, a personagem nomeada ‘Arqueóloga’, que é um alter ego, apresenta trabalhos da artista que habita o mundo real e também da Arqueóloga que habita o mundo ficcional. “Essa narrativa é imersiva, uma espécie de livro aberto. A ideia é que o jogo entre peças e lacunas da história permita ao visitante atravessá-la com suas próprias memórias e fabulações, explorando pelo espaço as pistas deixadas sobre personagens que teriam vivido ali”, compartilha.

Segundo Luanda, a arqueologia como poética tem relação com a possibilidade de construção de presentes e futuros através de fragmentos de passados perdidos. “Escavar e reconstruir a memória é tomar nas mãos o que resta, os cacos de ‘casas’ perdidas, que podem ser afetos, identidades, relações, espaços. Já o conceito de casa aqui não é apenas de estrutura arquitetônica ou moradia, mas uma imagem simbólica mais ampla, de nossas identidades sempre em transformação”, destaca.

Primeira individual

Em 2016 e 2018, Luanda participou da Entremostras, realizada na Fundação, e agora, em 2023 apresenta a primeira exposição individual no Casarão que fica no Centro de Florianópolis.

“Visito exposições na Fundação desde o início de minha primeira graduação, e sempre me pareceu que seria lindo expor aqui. E por esse projeto exigir um espaço de ares residenciais, domésticos, a Fundação seria perfeita para acolhê-lo, por isso tive bastante expectativa em relação à inscrição, e foi uma enorme alegria ter a proposta aceita. Acredito que o resultado da montagem será muito bonito e dará uma outra dimensão ao trabalho apresentado”, completa a artista.

A curadoria da exposição foi feita pela artista, curadora, pesquisadora e professora, Sandra Correia Favero, que foi orientadora no mestrado de Luanda e pelo arte educador, curador independente e artista, Marcello Carpes.

A Fundação Cultural BADESC fica na Rua Visconde de Ouro Preto, 216, no Centro de Florianópolis. A visitação de A Arqueóloga na Casa do Sonho poderá ser feita até 9/11, de segunda a sexta, das 13h às 19h.

Publicidade
WhatsApp
Junte-se a nós no WhatsApp para ficar por dentro das últimas novidades! Entre no grupo

Ao entrar neste grupo do WhatsApp, você concorda com os termos e política de privacidade aplicáveis.

    Newsletter


    Publicidade