Expoville apresenta inovações no setor de eventos com meta para os próximos dois anos

15 de Fevereiro de 2021

Maior centro de convenções do Sul do país lança pacote para eventos sociais e corporativos híbridos com transmissão digital simultânea em Joinville

Créditos: Mauro Artur Schlieck

Apesar dos reflexos negativos que a pandemia gerou ao setor de turismo e eventos, o Centro de Convenções e Exposições EXPOVILLE, em Joinville, visa abrigar cerca de 150 eventos até 2023. Para isso, por meio da Giga Eventos, foram implementados no complexo pacotes para a realização de eventos híbridos e com transmissão de conteúdo on-line com cenário, telão digital, internet, sistema de iluminação, televisores de retornos, sonorização, gravação e suporte técnico incluso.

“Nos adaptamos à realidade que estamos vivendo, possibilitando ao cliente mais fácil acesso às tecnologias para a realização de eventos virtuais, com estúdios já concebidos, além de buscarmos novidades. Assim passamos a ofertar pacotes completos, além de toda a consultoria e suporte para adequação às regras de realização de eventos como: capacidade reduzida, distanciamento social e outras medidas de higiene e prevenção”, explica o diretor executivo da EXPOVILLE, Luciano Coradi.

O maior centro de convenções e exposições do Sul do país, que mantinha um crescimento constante de 6% ao ano desde 2016, em 2021 já começou com seis eventos em janeiro. "O ano começou com a reorganização do calendário, tanto em relação ao reagendamento dos eventos que deixaram de ocorrer em 2020 em função da pandemia como através da captação de novas atrações. Neste mês, por exemplo, já fomos palco para convenção na área odontológica. Uma atração que contou com cursos e palestras que ocuparam estúdios on-line e diferentes salas, seguindo todas as normas como: alimentação individualizada, higienização, distanciamento social, redução da capacidade, entre outros”, relembra o diretor executivo da EXPOVILLE, Luciano Coradi.

De acordo com a diretora Executiva da SECULT, Francine Olsen, para o retorno neste ano, foi elaborado um planejamento emergencial para os próximos três meses, que inclui a contínua divulgação sobre o destino de Joinville e os eventos da cidade, a realização de workshops e pesquisas sobre o perfil do turista de Joinville, o levantamento e atualização das empresas que compõe a cadeia turística, desde bares e restaurantes até hotéis, transportes, entre outros, além do incentivo à pequenas empresas do setor.

“Joinville tem seu turismo baseado principalmente no setor de eventos de negócios. Nossa expectativa é que em 2021 consigamos trazer novas atrações deste segmento para a cidade, especialmente porque Santa Catarina é o Estado que possui mais segurança jurídica para a permissão da realização de eventos, quando comparado com outros destinos brasileiros. Isso nos permite, inclusive, confirmar a realização da Festa das Flores na EXPOVILLE neste ano. O município de Joinville acompanha o que o Governo do Estado estabelece, sem nada mais restritivo. Nossa intenção é tornar as regras mais flexíveis à medida que a vacinação for ampliada e os efeitos adversos da pandemia reduzirem”, completa o Secretário de Cultura e Turismo (SECULT) de Joinville, Guilherme Gassenferth.

Notícias Relacionadas