Publicidade
Você Mulher Ainda Melhor: Com 30 biografias femininas, Ana Lavratti vence o Prêmio Catarinense de Literatura
20 de Maio de 2022

Você Mulher Ainda Melhor: Com 30 biografias femininas, Ana Lavratti vence o Prêmio Catarinense de Literatura

Membro da Academia de Letras de Biguaçu, Ana Lavratti é autora das biografias do comendador da comunicação, Antunes Severo

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

Com livre trânsito em diferentes redutos femininos, pela longa atuação como jornalista de TV, jornal, em cerimonial de eventos e como colunista social, Ana Lavratti fez uma seleção de 30 mulheres, com contundente espírito empreendedor, para perenizar suas histórias por meio de um livro de luxo: “Você Mulher Ainda Melhor”. Lançada em plena pandemia, no Dia da Mulher de 2021, a obra recebeu nesta quinta-feira, 19 de maio, o Prêmio Catarinense de Literatura, concedido pela Academia Catarinense de Letras na categoria Crônicas.

Com duas edições praticamente esgotadas, “Você Mulher…” teve a primeira sessão de autógrafos em esquema de rodízio, ao longo de 14 horas, quando a autora recebeu as personagens de forma individual, no Sebrae-SC, para respeitar o isolamento social. Mais tarde, em novembro de 2021, as lideranças biografadas comemoraram com a autora duas homenagens recebidas em sessões com transmissão ao vivo: na Câmara de Vereadores de Florianópolis e na Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Finalmente autorizadas a tirar o sorriso de dentro das máscaras, 10 personagens conseguiram acompanhar a premiação nesta quinta-feira, incluindo a vice-governadora Daniela Reinehr e a deputada federal Carmen Zanotto.

Publicidade

Entre as mulheres que compõem o mosaico da força feminina estão sete mulheres premiadas pela ACIF, no Prêmio Mulheres que Fazem a Diferença, duas vencedoras do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios e quatro Embaixadoras da formação Sebrae Delas. Em “Você Mulher…”, Ana também narra a trajetória da catarinense Sônia Hess de Souza, primeira mulher a receber o Prêmio Personalidade de Vendas, da ADVB Brasil, e de duas estrangeiras radicadas em Santa Catarina: a italiana Annalisa Blando Dal Zotto, coordenadora do grupo Mulheres do Brasil aqui no Estado, e a argentina Valéria Blanco, médica voluntária nos mutirões de cirurgia Operação Sorriso.

O enredo traz 30 biografias e mais uma homenagem, prestada à fotógrafa Lair Leoni Bernardoni, primeira brasileira a integrar o Banco Mundial da Fotografia em Paris, hoje aposentada aos 82 anos. “A sugestão é que o leitor explore uma história por dia, ao longo de um mês, para descobrir diferentes maneiras de acessar o seu melhor, todo o seu potencial”, resume a autora, que para instigar o leitor a protagonizar cada capítulo da sua vida, escolheu para a obra um subtítulo providencial: Memórias de quem faz história para inspirar a sua próxima vitória.

Com acabamento sofisticado, com capa dura e costura, “Você Mulher…” tem design de Marcela Fehrenbach, finalista do Prêmio Jabuti de Literatura, e prefácio de Leticia Wierzchowski, das maiores escritoras da atualidade. O mesmo conceito que permeia o livro – da Bioterapia – Ana explora em outras frentes. Desde julho de 2020, conduziu mais de 60 LIVEs com mulheres de diferentes segmentos, proativas e produtivas, a partir da premissa de que “os dados informam, mas são os exemplos que nos transformam”. Todas as entrevistas estão disponíveis no instagram @AnaLavratti.

Tudo começou quando Ana precisou enfrentar mais do que se julgava capaz. Em 2007, tratou um câncer e viveu o luto pela perda da mãe, simultaneamente, quando tinha um bebê de colo. Em 2014, quando acumulava três empregos – como escritora, assessora de comunicação e colunista social – paralelamente ao mestrado na UFSC, precisou acompanhar o marido num tratamento de alto risco. E quando ele finalmente teve alta, após mais de 20 cirurgias e uma longa jornada imobilizado na UTI, Ana tinha mais do que motivos para comemorar. Tinha uma história de vitória para reverberar. E assim tornou-se palestrante de superação contagiando plateias na OAB, no Sebrae, no Tribunal de Justiça, no IFSC, no SESC e na abertura do evento Inspirando Mulheres Empreendedoras.

“Aos poucos, fui me convencendo que cada um de nós pode extrair uma grande força das lutas enfrentadas e das dores superadas. Quanto mais respeitamos a nossa origem, aceitamos o nosso passado e admitimos a nossa humanidade, mais o futuro flui a nosso favor”, explica. O conceito surgiu naturalmente – nas LIVEs, na redação do livro e nos cases de sua autoria premiados pela ACIF, Sebrae e ACIJ – quando as mulheres que entrevistava se davam conta do quanto deveriam se orgulhar de tudo o que viveram. “A cobrança é tão grande que às vezes é preciso recapitular o quanto já construímos, e esse é o mérito da Bioterapia: fazer emergir o nosso valor mais genuíno”.

 

 

Membro da Academia de Letras de Biguaçu, Ana Lavratti é autora das biografias do comendador da comunicação, Antunes Severo, e da cantora lírica Rute Gebler. Seu livro de estreia, “Seus Olhos, depoimentos de quem não vê como você nunca viu”, teve a íntegra da renda revertida para a Associação Catarinense para Integração do Cego. Em 2015, outra obra biográfica, “Somos Centenários – memórias dos 100 anos da ACIF”, foi incluída na cápsula do tempo da Associação Comercial de Florianópolis, a ser aberta em 2115. Os últimos exemplares de “Você Mulher Ainda Melhor” e sua obra atual, “O Patinho Feio – adaptação para 2022”, podem ser encomendados pelo site www.analavratti.com.br

Conduzida pelo jornalista Moacir Pereira, presidente da Academia Catarinense de Letras, e pelo advogado Péricles Prade, representando a comissão julgadora, a solenidade desta quinta foi marcada pela entrega do Prêmio Catarinense de Literatura nas categorias Romance, Ensaio, Poesia, Crônica, Conto e História. A NSC e o Grupo ND também foram homenageados, além do jornalista Paulo Clóvis Schmitz, pelas reportagens especiais no Notícias do Dia, e o engenheiro agrônomo e escritor Glauco Olinger.

Fotos: Lara Doniak

Publicidade
Publicidade