Publicidade
Vice Presidente do SCC SBT, Roberto Dimas do Amaral destaca as novidades da NAB 2022
30 de Abril de 2022

Vice Presidente do SCC SBT, Roberto Dimas do Amaral destaca as novidades da NAB 2022

TV e Rádios cada vez mais fortes

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

O AcontecendoAqui compartilha com seus leitores as novidades observadas na NAB 2022 por Roberto Dimas do Amaral, vice-presidente do SCC SBT e vice-presidente de Inovação e Competitividade da ACAERT. NAB Show é a maior feira mundial sobre insumos para mídia eletrônica, a qual já teve cobertura deste portal.

“O que acontece em Vegas, fica em Vegas.” Essa frase não combina, quando falamos de NAB e do nosso setor da radiodifusão. Então, bora compartilhar tudo que vi de novidade, na retomada do maior evento do mundo de tecnologia para Radio e TV. A NAB 2022 foi uma feira diferente das outras, não pelo tamanho, pois continua muito grande e bastante publico. Mas pelo que vi lá. Gosto de separar por tópicos, pois fica mais fácil o entendimento.

Publicidade

Novidades – Diferente dos outros anos, a feira estava mais dentro da realidade de todos, ou seja, sem “futurismos” e muito pé no chão. Nada de coisas que ficávamos de boca aberta, ou pensando “imagina quando chegar isso no Brasil”. Tudo que vi são coisas que já estávamos pensando ou melhorias daquilo que já existe.

Pavilhão WEST – desta vez o pavilhão Sul não estava aberto, porém transferiram para o novíssimo pavilhão WEST, onde você vai e volta de Tesla, se não quiser caminhar muito. Ficou muito boa e enorme a nova estrutura.

TV e Rádios cada vez mais fortes – Participei de vários painéis que falavam do rádio e da TV. Confesso que cheguei um pouco pessimista com o nosso meio, mas saí de todas as palestras com a convicção que o meio do rádio e TV estão e ficarão ainda mais fortes. Isso com dados e fatos atuais da Nielsen e GFK por exemplo. Porém, estar multiplataforma e sair do quadrado é fundamental. E olhar sempre as 3 plataformas, AR, DIGITAL e RUA. Temos que estar presente em todo lugar, a “famosa” Ubiquidade.

5G – para mim a maior decepção da feira, pois não tinha muita coisa de 5G, além do que já sabíamos. E também me decepcionei quando o celular se conectou numa rede 5G, velocidade muito inferior a que temos no Brasil, isso também ocorreu nas conexões 4G. Muito ruim mesmo. E não era meu plano, perguntei a algumas pessoas, disseram que o sinal do celular não é bom mesmo, pois tem muita gente usando muita banda, o que não comporta.

 

Rádio com vídeo – essa é a grande tendência e quem não estiver vai acabar sucumbindo. Estar com a rádio nas plataformas de streaming com vídeo é fundamental. As emissoras precisarão daptar suas estruturas para ser mais visual e trazer o localismo, além do áudio. Na NAB tinha muitas soluções de baixo custo para rádios ou até TVs para entrarem com alta qualidade com suas estações em vídeo.

Conceito de TV e rádio com vídeo na internet – São dois conceitos diferentes, fazer Televisão é muito caro e demanda alta produção. Colocar a rádio ou ter um canal de vídeo nas plataformas de streaming demanda baixa produção, porém o conteúdo deve ser muito relevante para um nicho ou para o localismo.

 

 

Virtualização – Essa foi a grande novidade e maior tendência da NAB. Chama-se de virtualização, a Emissora levar todos os sinais (áudio e vídeo) para a Nuvem e fazer toda operação em tempo real, sem precisar adquirir nenhum equipamento, além dos equipamentos de captação de som e imagem. E o pagamento seria pelo serviço utilizado.

Além da parte de tecnologia, a NAB abre nossa mente para novos relacionamentos e possibilidades de negócio. Sugiro a quem puder, venha todo ano.

Até 2023 Vegas.

Publicidade
Publicidade