Publicidade
Santa Catarina e Paraná se unem para fortalecer cena musical do Sul
01 de Dezembro de 2021

Santa Catarina e Paraná se unem para fortalecer cena musical do Sul

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

Em uma ação inédita na música do Sul, uma parceria institucional entre o Tum Sound Festival, o Festival de Música de Itajaí (SC) e a Feira Internacional da Música do Sul (FIMS – PR) vai fomentar o intercâmbio cultural e a conexão entre os eventos e os artistas de Santa Catarina e do Paraná.

O termo simbólico de colaboração entre os representantes das instituições envolvidas foi assinado durante a realização da quinta edição da FIMS em Curitiba, em novembro. O objetivo da parceria é criar um corredor cultural – uma espécie de intercâmbio de artistas catarinenses e paranaenses em festivais dos dois estados – e, por meio da potência dos Festivais e da Feira, fortalecer a cena do Sul para todo o país.

Em novembro, o TUM Sound Festival reuniu cerca de 2 mil pessoas, online e presencialmente, entre os dias 12 e 14, em Florianópolis. Com foco na retomada do setor pós-pandemia, a quarta edição do evento contou com presença de gravadoras, selos, editoras, diretores de festivais, representantes de casas noturnas, produtores, startups, artistas e profissionais da economia criativa, que participaram de rodadas de negócios, palestras, painéis, workshops e showcases. O TUM teve 100 atividades, 71 palestrantes e bandas convidadas, além de participantes de 20 estados brasileiros e seis países.

Já a FIMS realizou, ao longo do último ano, uma série de ações em Curitiba, como festivais, cursos de capacitação, pesquisa, seminários e conferência. Assim como o TUM, é um evento que reúne agentes da cadeia produtiva, criativa e formativa da música, com o objetivo de gerar negócios, formar novos profissionais e descobrir novos talentos.

O Festival de Música de Itajaí é considerado uma das maiores e mais tradicionais mostras musicais do Brasil. A produtora, musicista e gestora cultural Ivana Tolotti, CEO do TUM, afirma ser uma honra unir-se ao Festival. Ela relembra que participou como aluna das primeiras edições do evento: “Hoje o festival e as políticas públicas culturais de Itajaí são referência no Estado. Por isso, a cidade chegou onde chegou, é um celeiro de talentos. A gente se engrandece por estar junto neste evento consagrado e por poder, de alguma forma, contribuir”.

 

Crédito da Foto – Mônica Lachman.

Publicidade
Publicidade