Publicidade
Artista catarinense é selecionada ao 8º Salão de Arte Brasileira em Liechtenstein
11 de Julho de 2023

Artista catarinense é selecionada ao 8º Salão de Arte Brasileira em Liechtenstein

Julia Dalcastagnê, de Florianópolis, teve sua obra exibida no evento que visa valorizar artistas brasileiros na Europa

Publicidade
Twitter Whatsapp Facebook

 

A arte é bastante conhecida por fundamentar e estimular a expansão cultural, sendo uma das principais formas de expressão utilizadas pela raça humana. Sem ela, o mundo que se conhece não seria o mesmo, e grande parte do que o forma jamais poderia ser explicado. Consequentemente, a sociedade tornaria-se cada vez mais inexpressiva e alheia às coisas que ocorrem ao seu redor.

Publicidade

Com o objetivo de propagar o trabalho de artistas nacionais e incentivar ainda mais sua produção, entre os últimos dias 17/6 e 2/7 ocorreu a 8ª edição do Salão de Arte Brasileira em Liechtenstein, na Alemanha. Para a ocasião, a artista catarinense Julia Dalcastagnê foi uma das selecionadas especiais, contando com sua obra escolhida e exibida no evento.

Conheça a artista
Natural de Florianópolis e filha única, Julia Dalcastagnê é formada em Artes Visuais pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), além de ter se especializado em Ilustração e Histórias em Quadrinhos em Milão, na Itália. Mesmo tendo visitado diversos lugares, é na Grande Ilha que ela escolheu produzir sua arte.

Sempre instigada a desenhar, a artista teve como influência principal cartoons, animes e filmes da década de 90. No entanto, seu encanto se concretizou em 2002 com sua passagem em Londres, época em que seu pai realizava um pós-doutorado no local.

 


“O verdadeiro fascínio veio na minha adolescência, quando comecei a criar minhas próprias ideias e estilo. Através da minha professora de inglês que gostava muito de incentivar poesia e música como alimento para criações visuais, eu comecei a criar minha própria estética”
, conta Julia.

Contando com a inspiração extraída dos mais variados lugares e artistas, Julia afirma que busca formar um estilo lúdico repleto de reflexões humanas. “Para isso acontecer, eu me apoio muito em filmes, músicas, e literatura. Eles afloram a sensação que estou sentindo e definem melhor o pensamento. Além disso, sou muito influenciada pela estética do Tim Burton, Ayami Kojima, Yoshitomo Nara, e Camille Rose Garcia”.

Suas produções possuem uma temática voltada à peculiaridade da vida cotidiana, onde pensamentos involuntários são representados de forma visual em aspectos fantasiosos. Com enfoque nos olhos, a artista busca simbolizar sua visão questionadora sobre os conflitos internos do ser humano através da harmonia entre elementos opostos. “Para alcançar esse efeito, eu conto com a ajuda de cores vibrantes, interagindo com uma grande quantidade de preto e cores escuras, o que acaba criando uma espécie de agressividade amistosa”, declara. Por meio de uma estética semelhante às utilizadas em ilustração de livros, os traços da artista resultam em uma visão infantilizada e crua, porém, com um olhar mais agressivo.

Em seu currículo, Julia conta com uma participação na Bela Bienal, no Rio de Janeiro, além de exposições no AVA Art Festival, em Osaka, Carrousel du Louvre, em Paris, no ParisArt Shopping Expo, e na Bela Bienal, na Finlândia.


O Convite

Ao realizar o curso “A Arte de Vender Arte”, com os curadores Bruno Portella e Petra Büchel, Julia foi informada que haveria um processo de seleção de artistas para terem sua arte exibida no Salão, através do preenchimento de um formulário e envio de portfolio. Após a produção da obra com a temática “Futebol Arte”, estabelecida no concurso, Julia foi selecionada.

Obra com tema “Futebol Arte”, produzida por Julia Dalcastagnê para o 8º Salão de Arte Brasileira em Liechtenstein (Crédito: Daniel Humeres)

 

 

O evento visa valorizar, na Europa, a arte brasileira, localizando-se no Gasometer Center, centro cultural de Triesen. De acordo com Julia, “Esse é um Salão que tem muito prestígio e que tem a finalidade promover e divulgar a cultura, a literatura e as artes brasileiras em suas múltiplas dimensões. É uma ótima oportunidade para ressaltar a singularidade do meu trabalho e para mostrar uma visão única sobre o tema. Além disso, espero que essa participação gere as mais variadas oportunidades”, conclui.

 

Obras

 

 

Por Ana Ruth Moura Gomes, redatora do portal Acontecendo Aqui

Publicidade
Publicidade