Publicidade
ABA encerra ENA 2023 com enfoque em sincronia no mercado
29 de Setembro de 2023

ABA encerra ENA 2023 com enfoque em sincronia no mercado

Evento aconteceu no último dia 27/9, abordando sobre "O botão SYNC do mercado"

Publicidade

A Associação Brasileira de Anunciantes (ABA) realizou o Encontro Nacional de Anunciantes (ENA), que aconteceu em 27/9, com mais de 500 inscritos, abordando sobre “O botão SYNC do mercado”.

Ocorrido no Teatro Unibes Cultural o evento contou com transmissão ao vivo e reuniu grandes líderes de marcas, agências e veículos de comunicação para explorar questões fundamentais relacionadas à inteligência artificial, métricas cross-media e diversidade na indústria publicitária.

Publicidade

Com co-curadoria da Kantar Ibope Media Brasil, o encontro refletiu sobre a forma que o cenário social e tecnológico impacta diretamente e como, onde e porque consumidores são impactados por conteúdos na atualidade.

Na abertura oficial do evento, Sandra Martinelli, CEO da ABA e membro Executive Committee da WFA, comentou sobre a importância da “construção de uma indústria cada vez mais conectada, ética, responsável e verdadeiramente diversa e inclusiva”. Nelcina Tropardi, presidente da ABA e Diretora Geral de Jurídico, RelGov, ESG e Compliance da Dasa, destacou a oportunidade de gerar diálogos e utilizar o poder do marketing, dados e tecnologia para trilhar caminhos sustentáveis e diversos. “Na ABA, entendemos que juntos somos capazes de encontrar as melhores práticas e desenhar um futuro melhor. Por isso, o objetivo do ENA é justamente trazer à mesa debates sobre esses temas importantes que fazem parte do futuro da indústria publicitária e que não têm, muitas vezes, respostas tão concretas ou claras”, ponderou Nelcina.

O 1º painel, intitulado “O SYNC da Mídia: Um passeio pelo universo das audiências cross-media”, concentrou-se nas métricas em mídias diversas e na transparência na quantificação das audiências em todos os canais de mídia. Melissa Vogel, CEO da Kantar IBOPE Media no Brasil, destacou: “A mensuração de dados existe para trazer mais eficácia nas estratégias de negócios e comunicação. Para atingir a conversão do conteúdo é preciso padronizar métricas e dados para que cada cliente possa aplicar as informações colhidas nos contextos corretos”.

Patrick Béhar, CEO Global da Kantar Media, e Matt Green, Diretor de Serviços Globais de Média da WFA (World Federation of Advertisers), compartilharam iniciativas globais que buscam resolver esse desafio complexo. Béhar enfatiza que: “As histórias são diferentes agora. No contexto pós-pandemia, precisamos entender que a TV não é mais a única forma de impactar uma audiência, e portanto devemos explorar outras formas de mídia que possam melhor atingir o público desejado”. Green completou trazendo uma reflexão sobre as diferenças culturais que precisam ser trabalhadas: “Acredito que o melhor caminho seja construir uma cultura forte orientada para a eficácia, apoiada por processos bem definidos e a garantia de que tudo isso será viabilizado pelas ferramentas e tecnologias ideais”. A moderação ficou a cargo de Celia Nishio, Global Marketing Intelligence Director da Natura.

Na foto, da esquerda para a direita: Renata Vieira, Denis Onishi, Daniella Brissac e Hugo Rodrigues durante o painel “SYNC Tecnologia: Inteligência artificial em escala”. Divulgação: ABA

O 2º painel trouxe o tema “SYNC Tecnologia: Inteligência artificial em escala”, e a discussão mediada por Renata Vieira, Diretora de Marketing Sênior da Reckitt, centrou-se na desmistificação do uso dessa nova ferramenta e seus impactos nas indústrias de marketing e comunicação. Hugo Rodrigues, Chairman do McCann Worldgroup para WMcCann, Craft e Aldeiah, comentou sobre a chegada das ferramentas generativas para o público e formas de utilizá-las como aliadas no processo de criação: “O homem sozinho nunca vence a máquina, mas o homem e a máquina juntos têm o potencial de vencer a tecnologia fria”.

Denis Onishi, Diretor Comercial Sênior da Pluto TV, reconhece que o cenário mudou no último ano, e comentou que “o momento agora é de transição para uma nova etapa da transformação digital, muito mais acelerada, e tentar acompanhar o ritmo é essencialmente impossível”. Trazendo uma visão estratégica de mercado, Daniella Brissac, Vice-presidente da ABA e VP Marketing Brasil & CCX LATAM na Kenvue, falou sobre a previsão de tendências e novos recursos: “Definimos a alocação de investimentos com base em insights trazidos por um time de especialistas em tecnologias que focam nos próximos passos da transformação digital e como aplicar cada etapa em áreas diversas dentro da empresa”.

Em seguida, Nelcina Tropardi e Marco Frade, Vice-Presidente do Comitê de Mídia da ABA e Head of E-Commerce da Diageo, comandaram o lançamento do “Guia Marketing Sustentável 2030”, um documento elaborado pela WFA em parceria com a Kantar. O guia identifica os cinco princípios-chave para impulsionar a sustentabilidade nas empresas a partir de uma pesquisa realizada juntamente com líderes e especialistas em sustentabilidade a nível global. “A intenção é capacitar as pessoas para vivenciarem a sustentabilidade no dia a dia das empresas. É possível usar o marketing para evitar desperdícios de tempo, recursos e inovações que precisam ser repensadas em toda a cadeia de produção para obter resultados mais assertivos”, afirmou Frade.

Trazendo um olhar para as diferentes vozes e rostos envolvidos na criação de campanhas e anúncios, o último painel do evento teve como tema “SYNC Sociedade: O caminho para uma indústria verdadeiramente diversa e inclusiva” e foi conduzido por Veronica Hoe, Gerente Sênior de Políticas Públicas na Meta. Daniele Godoy, Gerente de Projetos da Unstereotype Alliance no Brasil, chamou a atenção para a importância do diagnóstico antes da implementação de estratégias: “Primeiro, é preciso reconhecer a atual posição da empresa em todas as áreas da diversidade, escutar e absorver para entender quais as estratégias e como conectar cada uma ao seu negócio da melhor forma”. Nelcina Tropardi retornou ao palco como integrante do painel e comentou sobre a importância de uma boa estruturação, destacando que “se a iniciativa não parte da liderança, a tendência é perder tração com o tempo”.

Flavio Waiteman, Diretor Comercial da Tech and Soul, relembrou que as pessoas ainda devem ser o foco da comunicação, e que mesmo em meio a tantas soluções tecnológicas, “não há nada mais moderno que o ser humano”.

Na foto, da esquerda para a direita: Sandra Martinelli, Nelcina Tropardi e Marco Frade durante o lançamento do “Guia Marketing Sustentável 2030”. Divulgação: ABA

Respondendo a questionamentos sobre sua visão global enquanto Conselheiro da ABA e Diretor de Assuntos Corporativos e Envolvimento da L’Oréal, Patrick Sabatier finalizou o painel com uma reflexão sobre o futuro da diversidade e inclusão: “Essa é uma pauta mundial, e a cooperação é a melhor forma de conseguir avançar. O Brasil pode desempenhar um grande papel nesse processo”.

Sandra Martinelli realizou o encerramento oficial do ENA 2023 e convidou a todos para o ABA Summit, último evento promovido pela Associação Brasileira de Anunciantes esse ano, que acontece no dia 31/10.

Confira:

Publicidade
Publicidade