Coluna Ligia Fascioni | As mulheres e o muro

07 de Março de 2019

Os 30 anos da queda do muro de Berlim e a luta das mulheres

Amanhã é o Dia Internacional da Mulher; aqui em Berlim, a partir desse ano, passa a ser feriado municipal. Esse é o ano também em que se comemoram os 30 anos da queda do Muro de Berlim.

Penso que o momento é oportuno para representar minhas irmãs, pois nunca as mulheres se uniram tanto para se proteger, lutar por seus direitos e ficarem mais fortes. O que não deixa de ser o avesso do muro de Berlim, que em vez de unir, separava. Em vez de empoderar, enfraquecia. Em vez de honrar, humilhava. Em vez de enfatizar a cooperação e a gentileza, machucava e embrutecia. Em vez de tornar o mundo mais belo, fazia-o ficar mais horrível. Ainda bem que aquilo acabou e cabe a nós transformar as lascas em lições, em força, em superação.

Esse vídeo tenta traduzir a ideia; usando fotos de lascas de partes do muro de Berlim que ainda restam, combinei com desenhos digitais e criei as ilustrações (são mais de 700 no instagram.

 

 

ilustração multicolorida de uma mulher com cabelo black power

Ligia Fascioni

  • imagem de ligia
    Ligia Fascioni é consultora e palestrante nas áreas de marketing, identidade corporativa, liderança, inovação e atitude profissional. É engenheira eletricista, mestre em automação e controle industrial, especialista em marketing e doutora em engenharia de produção e sistemas com foco em gestão integrada do design. Autora de vários livros, incluindo “DNA Empresarial: identidade corporativa como referência estratégica” (Integrare, 2010) e "GPS para curiosos" (e-book, 2013). Seu blog (www.ligiafascioni.com.br) foi selecionado como um dos 10 melhores em língua portuguesa pela Deutsche Welle em 2013. Desde 2011, mora em Berlin, Alemanha, onde é sócia de uma start-up de tecnologia.