Dia Das Mães: Suzana Pires e Magis5 se unem para acelerar mães empreendedoras

06 de Maio de 2021

Startup irá patrocinar a entrada de 10 mulheres na Jornada Transformadora Dona De Si

 

O e-commerce brasileiro cresceu 73,8% no último ano, de acordo com dados do índice MCC-ENET. Já segundo levantamento da Ebit/Nielsen, o faturamento de lojas online aumentou 47% apenas no primeiro semestre de 2020 e essa é a maior alta em 20 anos. Por outro lado, com a pandemia e a crise econômica, as mulheres foram as mais prejudicadas e a participação feminina no mercado de trabalho é a menor dos últimos 30 anos, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Diante deste cenário, muitas mulheres começaram a fazer um movimento em busca de independência financeira. Com o crescimento das lojas virtuais, o e-commerce se tornou um mercado interessante e em constante expansão. Pensando em ajudar profissionais que desejam começar a vender online, ou acelerar as que já iniciaram essa jornada, o Magis5, Hub de Integração e Automação para vender em marketplaces, se uniu ao Instituto Dona De Si, que tem como principal proposta acelerar talentos femininos, de microempreendedoras até altos cargos de liderança.

A ideia é patrocinar a entrada de 10 mulheres, que sejam mães e trabalhem com venda online, na Jornada Transformadora Dona De Si, curso online com duração de cerca de 12 meses, que tem como principal objetivo auxiliar mulheres a transformarem suas vidas, por meio de uma metodologia que passa por diversos módulos de âmbito pessoal e profissional, como organização, planejamento e análise do mercado que a aluna deseja entrar.

Como participar

Para as mulheres que desejam concorrer às vagas gratuitas, as inscrições devem ser feitar por meio do site do Magis5. Os nomes das alunas selecionadas serão divulgados nas redes sociais da startup e do Instituto Dona De Si, no dia 09 de maio, em comemoração ao Dia Das Mães.

De acordo com Vitor Lima, CEO e sócio-fundador do Magis5, a união com o Instituto Dona De Si está alinhada aos ideais da startup. "Temos como princípio ser um local de trabalho diverso e inclusivo. Atualmente, mais da metade dos acessos aos conteúdos educativos no nosso site é composto pelo público feminino, porém isso não é refletido na base de clientes, que é composta majoritariamente por homens. Justamente por isso, faz muito sentido ser um caminho para auxiliar mulheres que desejam empreender, além de se tornarem donas do seu próprio negócio e tempo. É uma alegria imensa começar esse projeto junto ao instituto", afirma.

Já para Suzana Pires, atriz, autora, empresária, empreendedora social e fundadora do Instituto Dona De Si, essa é mais uma maneira de valorizar e auxiliar mulheres ao redor do Brasil. "Desde 2018, quando fundei o instituto, estudo sobre as dificuldades das mulheres para se tornarem donas de si. Empreender nunca é fácil, mas quando se trata de uma mulher e, ainda mais de uma mulher que também é mãe, ter uma rede de apoio é essencial. Fico feliz em fazer parte de tantas mudanças de vida, pessoais e profissionais", conclui.

Notícias Relacionadas