UFSC e Celesc se unem para criar plataforma robotizada que facilite o transporte de transformadores

20 de Janeiro de 2020

O desafio é tornar o serviço de transporte, instalação e manutenção mais fácil e rápido para os técnicos

Com o objetivo de tornar mais fácil o transporte, instalação e manutenção de transformadores em locais de difícil acesso, a Celesc e a UFSC se uniram para desenvolver uma plataforma robotizada que auxilie nestes serviços.

“A parceria foi concretizada por meio da seleção da proposta da universidade em chamada pública da Celesc, que buscava soluções inovadoras para incrementar a eficiência e a qualidade do setor elétrico”, explica o professor Rodrigo de Souza Vieira, coordenador do projeto.

O desafio é transportar o equipamento, que chega a pesar três toneladas e dois metros de altura, desde a entrada do local (meio-fio da rua) até onde ele será instalado. Nesse trajeto encontram-se obstáculos como desníveis no solo, rampas, portas, até a tarefa de posicionar o transformador no seu local de instalação. 

“Muitos condomínios usam transformadores de grandes proporções, cuja manutenção é de responsabilidade da Celesc. Para preservar a fachada ou priorizar outros aspectos que incidem no cotidiano dos moradores, é comum que eles sejam instalados em áreas menos visíveis e com acesso dificultado”, afirma Roberto Kinceler, engenheiro mecânico da Divisão de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da Celesc.

Roberto Kinceler, engenheiro mecânico da Divisão de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da Celesc, explica que, atualmente, o serviço exige a participação de seis técnicos e requer cerca de cinco horas para ser concluído. "A expectativa é de que, com a plataforma robótica, automotora e reconfigurável, além de mais seguro, esse processo envolva um número menor de profissionais e reduza seu tempo em até 50%", conta Kinceler.

Notícias Relacionadas