Telemedicina impulsiona produtividade médica com atendimento mais humanizado

22 de Julho de 2020

Softwares como iMedicina ajudam também no marketing do profissional, com criação de sites e campanhas de direcionamento

A tecnologia tem ganhado cada vez mais espaço na área da saúde, facilitando a interação entre médico e paciente, principalmente agora com a necessidade de isolamento social. Conceitos como receita digital, prontuário eletrônico e marketing médico vêm se tornando aliados para atender e informar os pacientes, podendo impactar até mesmo na produtividade diária dos profissionais.

É o caso do médico ginecologista Pedro Leopoldo Silva Doria, de São Paulo/SP. Ele decidiu explorar mais as ferramentas digitais em sua clínica, como o prontuário eletrônico. “Os principais benefícios são a praticidade, a organização e a facilidade de acesso, a qualquer hora e lugar. Como gasto menos tempo para organizar um prontuário ou procurar uma ficha, tenho mais tempo para me dedicar aos meus pacientes e ajudá-los com o que precisam”, relata.

Outro exemplo é o do fisioterapeuta osteopata Weslei Lima, também de São Paulo/SP, que possui experiência com o software de prontuário médico do iMedicina, empresa referência em tecnologia em saúde. “Eu percebi que evitar papéis dentro da clínica é ótimo. Com o prontuário eletrônico, eu consigo ver toda a evolução do paciente online. O cadastro e os agendamentos são mais rápidos, intuitivos e gastam bem menos tempo e esforço”, relata o fisioterapeuta. “Existem ainda outros diferenciais, como a criação de site, campanhas de direcionamento em sites de busca e redes sociais, e a interação entre o site e o software médico. A minha clínica, por exemplo, é uma das mais bem avaliadas do estado na pesquisa pelo Google. Muitos pacientes chegam até o nosso serviço devido as nossas boas avaliações online”, destaca Weslei.

A médica endocrinologista Raquel Oliveira, de Goiânia/GO, diz que os pacientes estão cada vez mais conectados. Ela destaca ainda o papel da tecnologia no contato e no acompanhamento do paciente após a consulta. “Tenho a opção de deixar programados e-mails em aniversários, datas comemorativas, lembretes importantes e temas de interesse do paciente. Acredito que eles gostam dessa atenção e de receberem informações úteis, além de se sentirem mais próximos da gente”, afirma.

“Quem tem mais a ganhar com isso é, principalmente, o paciente, que tem um perfil cada vez mais exigente e preza pelo atendimento qualificado. Cabe a nós, profissionais de saúde, nos adequarmos a essa realidade e a essas exigências”, pontua o osteopata Weslei Lima.

O médico Pedro Doria concorda que o futuro aponta mesmo para essa direção. “O profissional que não investir em tecnologias vai ficar para trás. Ela vai ganhar cada vez mais espaço e isso realmente agrega muito para a dinâmica do atendimento ao paciente e ao consultório, além de trazer novas perspectivas”, finaliza o ginecologista.

Notícias Relacionadas