Startup oferece gratuitamente aos hospitais com carregadores de baterias para smartphones

06 de Abril de 2021

Hyupp instala equipamento automatizado de Powers Banks nas instituições para ajudar profissionais da saúde durante a pandemia

Há tempos que o celular deixou de ser um item dispensável e tornou-se essencial na vida te todos. Ainda mais para profissionais da saúde, pacientes e familiares que enfrentam o drama de dias de internação nos hospitais por conta da Covid-19. O smartphone é, muitas vezes, o único elo com a família.

Atenta a essa necessidade e ciente da importância de manter o carregamento do aparelho em dia, a Hyuup está oferecendo aos hospitais paulistanos a possibilidade de instalarem suas máquinas que permitem o compartilhamento de baterias portáteis (Powers Banks), gratuitamente, por 12 horas diariamente. “No atual cenário hospitalar, em que é impossível deixar o aparelho plugado na energia, longe do proprietário, esperamos amenizar as preocupações desses heróis que têm salvado tantas vidas”, diz o CEO e sócio-fundador da Hyupp, Ahmed Kadura. “Nesta hora tão difícil para o Brasil, em que vivemos o pior momento da pandemia, é dever de todos contribuir.”

O carregador portátil já possui os cabos de conexão com aparelhos iOs e Android integrados.  “As máquinas devolvem a mobilidade aos usuários de smartphones. Basta pegar um dos Powers Banks, conectar ao aparelho e se locomover para onde desejar e precisar. Depois que o smartphone estiver carregado, é necessário apenas procurar no aplicativo onde fica o ponto de entrega mais vantajoso de acordo com a rotina de cada usuário e se dirigir até ele para encerrar a transação”, explica Kadura.

Quando precisam, os usuários podem localizar as baterias disponíveis através do aplicativo e desbloqueá-las. A cobrança também é feita diretamente pelo app, via cartão de crédito, que serve como garantia de devolução. No caso dos hospitais, a vinculação do cartão servirá apenas como garantia caso não haja a devolução do equipamento em 24 horas.

Atualmente existem mais de 50 estações de recargas espalhadas em estabelecimentos comerciais na capital paulista, e a expectativa é chegar 400 até julho e 800 em setembro. O crescimento estimado é de 1.800% em 2021. A meta é avançar para fora de São Paulo e fechar 2021 com faturamento de R$ 1,7 milhão.

Notícias Relacionadas