Startup de investimentos Grão lança conta digital com a Visa

10 de Fevereiro de 2021

Clientes que desejam investir a partir de R$1 agora poderão transferir, pagar e receber contas por meio da plataforma da fintech

A Grão - fintech brasileira de micro investimento - acaba de lançar sua conta digital e seu cartão de débito em parceria com a Visa. Agora, além dos clientes poderem continuar poupando seu dinheiro, também será possível realizar transferências, pagamentos, recebimentos e recargas sem cobranças de taxas e anuidade.

“Agora, somos mais que uma conta digital. Diferente das tradicionais, queremos que o nosso cliente entre na nossa plataforma para ser educado financeiramente e consiga poupar, e não que coloque o dinheiro somente com o objetivo de gastá-lo", explica a CEO e fundadora da Grão, Monica Saccarelli.

Todos os cartões de débito Grão Visa contam com a tecnologia de pagamento por aproximação e seus portadores podem acessar as ofertas na plataforma Vai de Visa. “A construção foi minuciosamente pensada. Fizemos análise das personas, sessões de ideação e prototipagem para que o cartão e a conta resolvessem efetivamente as necessidades do público-alvo da Grão. Reunimos nesse produto soluções que combinam segurança, tecnologia, educação financeira e inclusão digital”, declara Ana Melo, diretora de Soluções da Visa do Brasil e madrinha da Grão no Programa de Aceleração. 

Na conta digital, é possível começar a investir a partir de R$1. O plano de investimento é definido de acordo com um questionário respondido pelo usuário ao se cadastrar e está atrelado a objetivos específicos, como viagens, compra de bens, fundo de emergência, abrir um negócio, entre outros.

O trabalho de educação financeira da Grão permite ainda que uma sugestão de investimento seja enviada aos clientes sempre que um valor for creditado na conta. Segundo Monica Saccarelli, a ideia é que o cliente transfira uma quantia condizente com o seu objetivo e que não o prejudique financeiramente. Além disso, também é possível programar uma quantia a ser transferida automaticamente para a poupança assim que um valor entrar. “Queremos ajudar as pessoas a se conhecerem financeiramente para que elas possam conseguir guardar dinheiro”, destaca.

Notícias Relacionadas