SGB lança Sala de Situação Digital com produtos de dados abertos e disponíveis à sociedade

30 de Julho de 2020

A ONG Social Good Brasil criou um ambiente virtual com dados à população e ensinando como é possível usá-los

 

Em meio à crise da COVID-19, o Social Good Brasil (SGB), como organização social
precursora no Brasil do uso de tecnologia e dados para o bem, compreendeu que
essa seria a sua prioridade de atuação: contribuir com a resolução dos problemas
que crises como esta amplificam na Era digital.

 

De março até junho, o SGB desenvolveu um trabalho voluntário intersetorial que permitiu que SC tenha dados e evidências para apoiar o combate e controle do COVID-19 - conheça melhor o case.

Após 90 dias e a entrega de 7 produtos de inteligência de dados para apoiar os 295 municípios do estado, a organização deu foco ao seu objetivo desde o início deste trabalho:
como contrapartida de seu trabalho gratuito e voluntário oferecer os produtos em uma Sala de Situação Digital aberta à sociedade, buscando gerar mais transparência e empoderar os cidadão por meio dos dados gerados na pandemia do COVID-19.

Sala de Situação Digital aberta à sociedade, fortalecendo a transparência

No dia 21 de julho (terça-feira), o SGB lança a Sala de Situação Data for Good (de dados para o bem), um ambiente virtual que tem como missão abrir publicamente produtos e soluções em que a inteligência de dados é utilizada para auxiliar na resolução de problemas sociais complexos e dar a maior transparência possível à sociedade.

Na Sala de Situação Digital (SSD), o acesso a produtos de dados está disponível, contendo explicações didáticas sobre como os cidadãos podem usar, interagir e analisar os dados. Nela, os cidadãos vão encontrar produtos de dados que mostram a situação da pandemia em Santa Catarina, o que aconteceu, o que está acontecendo e projeções do que poderá acontecer por meio de produtos de inteligência de dados descritivos e preditivos.

A presidente voluntária do Social Good Brasil, Fernanda Bornhausen, explica que a missão social da organização é levar fluência em dados à sociedade civil e, ensinando como utilizar os produtos de dados — não apenas disponibilizando-os sem explicações de uso —, contribuem para o empoderamento cidadão por meio das tecnologias.

"A utilização da Metodologia Data for Good do SGB ajudou o estado de Santa Catarina a ter produtos de inteligência de dados de ponta para que os gestores de todos os poderes possam tomar decisões baseadas em dados e evidências, não em achismos. Mas nosso objetivo principal é o de dar transparência máxima sobre estes dados para a sociedade, para que as pessoas possam conhecer a real situação e que cada um de nós
possa tomar decisões individuais e coletivas com base nos mesmos dados e evidências", afirma Bornhausen.

No momento, o foco da organização foi abrir as soluções de dados já existentes, provenientes do trabalho voluntário do SGB em Santa Catarina e relacionadas a dados do COVID-19. Porém, num futuro próximo, idealiza que a SSD contenha produtos de dados sobre outras temáticas e até de outras iniciativas, buscando dar visibilidade a outros trabalhos também abertos para a sociedade civil.

Acesse a Sala de Situação Digital Data for Good
 

Na Sala de Situação Digital aberta à sociedade estão os produtos de dados, que foram desenvolvidos em diversas parcerias, detalhadas abaixo de cada produto.

(1) Banco de Dados Anonimizados de Casos Confirmados – COVID-19 em Santa Catarina & Suas Análises.
● Desenvolvido voluntariamente pelos times do SGB, que atuaram em conjunto com o CIASC, a Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina e a Secretaria de Estado da Administração de Santa
Catarina.

(2) Modelo Epidemiológico SC
● Desenvolvido voluntariamente pelos cientistas de dados da Data Science Brigade e voluntários especialistas do Social Good Brasil, com o apoio do CIASC e o Governo de do Estado de Santa Catarina.

(3) Frente de Transparência
● Este produto foi desenvolvido voluntariamente pelo SGB.

(4) Painéis de B.I. sobre casos e óbitos de COVID-19 em Santa Catarina
● Os painéis de B.I. foram cedidos pelo Ministério Público de Santa Catarina.
Os painéis integram a Sala de Situação Digital COVID-19 (SSD dos municípios), que foi desenvolvida pelos times do SGB, CIASC, Ministério Público de Santa Catarina, Tribunal de Justiça de Santa Catarina, Laboratório ENGIN do EGC/UFSC , Data Science Brigade, Aquarela Advanced Analytics, Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina, Secretaria de Estado da Administração de Santa Catarina. Com o apoio do COSEMS.

(5) Análises SGB COVID-19
● Desenvolvido voluntariamente pelo Social Good Brasil.

(6) Matriz GUTAI
● Desenvolvido voluntariamente pelo Laboratório ENGIN (EGC) da UFSC com apoio do SGB, além dos atores do Governo do Estado de Santa Catarina, os parceiros externos Social Good Brasil, a Associação Catarinense de Medicina (ACM), o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), o Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (CIASC) e as empresas Aquarela Advanced Analytics e Data Science Brigade.

O Social Good Brasil

O Social Good Brasil é uma organização social que desenvolve metodologias para o uso de dados e novas tecnologias de forma consciente, ética e voltada para o bem, gerando impacto socioambiental positivo em todo o país. Fundado há 8 anos como Organização da Sociedade Civil, desde o começo é parceiro da Fundação das Nações Unidas, que lidera o +Social Good no mundo. 
Visando ao bem-estar social e coletivo, conectamos o nosso impacto desejado como organização aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Conheça mais em sgb.org.br

Notícias Relacionadas