Santa Catarina necessita de programadores

07 de Março de 2019

Estado se destaca no setor tecnológico e oferta trabalho em abundância na área

por Vanessa Brasiliense Barcelos*
 

De acordo com um relatório emitido pela Cisco Systems, em 2019 o mercado brasileiro vai superar a oferta de 449 mil profissionais na área da tecnologia. Isso se deve porque as empresas têm grande dificuldade em encontrar profissionais que se encaixem no perfil da função a ser desempenhada e na dinâmica da própria empresa. 

Santa Catarina segue a demanda brasileira de profissionais que atuem no setor da tecnologia. Atualmente, este setor representa 5,6% da economia catarinense, contando com 12,3 mil empresas com faturamento de R$15,5 bilhões ao ano. Cerca de 47 mil colaboradores atuam na área da tecnologia catarinense. Com serviços prestados para os cinco continentes, a área tende a crescer exponencialmente, gerando mais receita para o Estado e o principal, gerando novos empregos.

Por mais que seja uma área em ascensão, a tecnologia necessita de profissionais extremamente capacitados e competentes para atender as demandas do mercado. É o exemplo da empresa de e-commerce Híbrido, situada em Brusque, que permanece na busca constante de profissionais especializados, principalmente nas áreas de programação front e backend, além de designers UX e UI. “E-commerce é um mercado em ebulição no Brasil e SC e cada vez mais o mercado de catarinense necessita de profissionais nas diversas áreas que compreende o e-commerce. Desenvolvedores, designers, analistas de marketing, gestores e assessores são os cargos com maior demanda na área do e-commerce”, afirma o Diretor de Operação da Híbrido, Nícolas Marchewsky.

Os desafios do profissional da tecnologia
Trabalhar com programação não é uma tarefa fácil. A atividade demanda investimento de tempo e muito estudo para que o profissional se qualifique e se destaque em um mercado tão competitivo. O que o programador aprendeu no banco da faculdade em 2017 já não será mais usado em 2019, ou seja, a graduação não é algo preponderante na contratação. Justamente por conta disso é que o programador precisa ser autodidata e se manter sempre atualizado em relação às novidades do mercado.

Além dos conhecimentos técnicos necessários, é importante ter um nível elevado de organização, criatividade, pensamento racional, agilidade, paciência, persistência e habilidades de relacionamento interpessoal. Outro ponto crucial para a carreira de um desenvolvedor é o domínio da língua inglesa, pois este é o idioma predominante na linguagem da programação. 

Os requisitos necessários também variam de acordo com a empresa e a especificidade da função. No caso da empresa Híbrido, o profissional de Backend Developer atuará com desenvolvimento de PHP na plataforma Magento, utilizando o git para controle de versão e composer para controle de dependências. “Com o tempo, o profissional precisa entender os processos e o funcionamento da plataforma e para isso buscamos pessoas, focadas, proativas e interessadas em aprender”, comenta comenta o CTO da Híbrido Misso Marchewsky.

Os programadores que se encaixam nesse perfil e têm interesse em fazer parte da equipe Híbrido, podem enviar seus currículos para o e-mail samara@souhibrido.com.br.

Vanessa Brasiliense Barcelos - Jornalista, assessora de comunicação e produtora de conteúdo. Graduada em Relações Públicas. Pós-graduada em jornalismo digital
Assessora de Comunicação da empresa Híbrido de e-commerce (Brusque - SC)
E-mail: vanessa@souhibrido.com.br