Instagram e Facebook permitirão a opção "ligar ou não" a contagem de curtidas

15 de Abril de 2021

Essa decisão está em fase de testes e usuários escolhidos para testar serão avisados pelo aplicativo do Instagram

Foto: Pexels / Like / Prateek Katyal

Em 2020 o Instagram causou polêmica ao desabilitar a possibilidade dos usuários verem o número de Likes em postagens dos outros perfis. Quando fizeram isso declararam que a causa foi por estarem realizando diversos experimentos para ver qual era a melhor opção para o usuário. Agora anunciaram outra mudança: será permitido que essa contagem de curtidas seja ou não ativada nas configurações de acordo com a preferência do administrador da conta. E o Facebook, dono do Instagram, afirmou que vai testar algo parecido.

Ano passado o Instagram deixou de lado os testes por causa da pandemia, mas agora reuniram feedbacks de usuários sobre a retirada das curtidas. Como a quantidade de opiniões favoráveis ou não foi mista, um seleto grupo de usuários poderá optar se vai querer ver ou não as curtidas das publicações dos outros. As pessoas selecionadas serão avisadas pelo aplicativo.

Na época que a empresa anunciou a retirada do número de curtidas muitos usuários se sentiam focados em competir para ter mais e mais curtidas, e pouco se preocupavam em produzir conteúdo. Segundo o Instagram, tirar os likes ajudava as pessoas a se sentirem menos pressionadas. Enquanto outras queriam continuar a ver a contagem para que pudessem perceber as tendências e os conteúdos mais populares da rede.

Após a retirada foi lançado a ferramenta Reels, novas funções do IGTV, tudo com o objetivo de reforçar a parte de vídeo da rede social.

O problema nisso tudo é que a rede social não é usada apenas por pessoas físicas, mas por empresas e influencers também, e mostrar o número de curtidas é essencial para indicar as tendências e popularidade delas. Então o Instagram decidiu criar um meio-termo entre os dois formatos de exibição, dando a possibilidade de ligar ou desligar a exibição.

o Facebook ainda não começou os testes, mas declarou que em breve deve adotar algo semelhante. 

Notícias Relacionadas