Coronavírus SC | Florianópolis tem laboratório para testagem em massa executado em 40 dias

12 de Junho de 2020

Espaço foi projeto a partir de uma parceria entres os escritórios idein Arquitetura e clara Engenharia

O BiomeHub, laboratório para a realização de testes de covid-19 em Florianópolis, teve seu projeto e execução finalizados em 40 dias. Com cerca de 200 metros quadrados, o espaço localizado dentro do Sapiens Park é uma spin-off da Neoprospecta, empresa que trabalha com biotecnologia na área da saúde humana, realizando testes moleculares tipo RT-PCR, que identificam material genético do coronavírus.

Em operação desde o dia 20 de maio, o novo laboratório tem estrutura e equipamentos com capacidade máxima de processamento de 1.800 amostras por dia para a detecção de SARS-CoV- 2 por PCR em Tempo Real. Também reúne itens necessários para a configuração de espaços com Nível de Biossegurança 2 (NB2), com o uso de materiais, acabamentos e sistemas imprescindíveis para que as rotinas aconteçam em segurança e com controle para os técnicos do laboratório, bem como o ambiente de entorno. O layout dos espaços estabelece áreas de controle e de utilização com restrições, seguindo o que preconizam os protocolos de áreas limpas, indispensáveis em ambientes de pesquisa.

Seu desenvolvimento foi em parceria com os escritórios idein Arquitetura e clara Engenharia, e possibilitará a testagem em massa com baixo custo na aplicação, apoiando o sistema de saúde público e privado no combate à pandemia.

“O imenso desafio foi a questão do tempo, relacionado com a segurança no projeto e a execução no prazo necessário. O maior predicado deste processo foi a geração de respostas dentro do tempo possível para um momento de pandemia”, explica o arquiteto e urbanista Emerson da Silva, da idein Arquitetura, também presidente da ABDEH - Associação Brasileira para o Desenvolvimento do Edifício Hospitalar.

Segundo os profissionais envolvidos, a entrega da edificação neste curto espaço de tempo só foi possível porque houve uma comunicação integrada e ágil no gerenciamento de questões complexas da obra durante o processo. “O projeto integrado possibilitou adequações ao longo do trabalho para atender a todas as demandas, que envolveram prazos de entrega, disponibilidade de materiais, recursos e mão de obra”, pontua o arquiteto.

Notícias Relacionadas