Florianópolis sedia primeiro Fórum do Brasil do maior evento de cidades inteligentes do mundo

29 de Outubro de 2018

Capital catarinense reunirá especialistas relacionados ao desenvolvimento planejado das cidades

Foto: Lucas Miró

Florianópolis sedia no dia 31 de outubro, no Auditório da Softplan, no Sapiens Parque, o primeiro Smart City Fórum Floripa, uma versão no formato de Fórum do Congresso Mundial que acontece anualmente em Barcelona. Na capital catarinense, a versão inclui congresso e exposição. Quatro temas principais ligados ao desenvolvimento das cidades e à qualidade de vida dos cidadãos irão a debate, entre eles: governança, mobilidade urbana, energias renováveis e bairros planejados.

A iniciativa reunirá mais de duas dezenas de especialistas, além de representantes de empresas inovadoras, como Renault, Hyperloop TT, ENEL, CERTI e WRI. Os debates também envolverão técnicos dos governos do Paraná e de Santa Catarina, da prefeitura de Florianópolis, representantes de entidades como a Frente Nacional de Prefeitos, Associação Catarinense de Tecnologia (Acate) e Sebrae/SC.

O fórum é promovido pelo iCities, empresa pioneira no País em soluções para cidades inteligentes, e pela FIRA Barcelona, consórcio público espanhol formado pela Prefeitura de Barcelona, Governo da Catalunha e Câmara de Comércio de Barcelona. O evento também conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Florianópolis, do Sebrae/SC e da empresa Softplan, e passa a compor o calendário anual da cidade, segundo os fundadores do iCities, André Telles e Roberto Marcelino.

No painel de abertura, o Sebrae/SC irá abordar a temática dos destinos turísticos inteligentes. Segundo o Gerente da Unidade de Atendimento Coletivo do Sebrae/SC, Roberto Tavares de Albuquerque, o desenvolvimento das Smart Cities pode gerar ainda mais oportunidades para os pequenos negócios em áreas como saúde, educação, mobilidade, energia e turismo. “As startups podem desenvolver soluções para atender os cidadãos dentro do contexto das cidades do futuro, assim como ofertar serviços diretamente para áreas do setor público”.

Já o Superintendente de ciência, tecnologia e inovação da prefeitura de Florianópolis, Marcus José Rocha, evidencia que “o país precisa evoluir muito nesse debate, que traz conteúdos profundos e uma excelente oportunidade de troca de experiências”, finaliza.

Florianópolis é referência nacional em tecnologia e inovação, e atualmente é sede de três parques tecnológicos, três incubadoras e diversos escritórios de inovação. Também está entre as cinco cidades mais inteligentes do Brasil, segundo o ranking geral da empresa Urban Systems. Nos rankings segmentados, aparece em segundo lugar na categoria de tecnologia e inovação, no segundo em educação e em quarto em saúde, economia e empreendedorismo.

De acordo com o presidente da Global Business, Carlos Olsen - “Florianópolis possui um dos principais e mais dinâmicos ecossistemas de inovação do Brasil. Esse é um evento que vai estimular os debates e a troca de ideias e experiências entre representantes de entidades, empresas e órgãos públicos de várias regiões do Brasil. Serão diferentes visões de smart cities debatidas ao longo desse dia”.

Para mais informações sobre o evento, acesse este link.