Ferramentas do Google são liberadas gratuitamente para ajudar no trabalho home office durante crise do coronavírus

18 de Março de 2020

O objetivo é evitar a proliferação da doença

Com o intuito de evitar a proliferação do coronavírus, muitas empresas estão adotando o trabalho remoto. Gigantes como Amazon e Twitter, por exemplo, já tornaram o home office obrigatório para os seus funcionários do mundo todo. Com isso, o Google resolveu liberar gratuitamente algumas ferramentas para contribuir com a produtividade dos trabalhadores.

A empresa publicou um post em seu blog em que afirma permitir que funcionários, educadores e alunos usem ferramentas como Gmail, Calendário, Drive, Classroom, Hangouts Meet e Hangouts Chat, além do G Suite for Education, para serem mais produtivos enquanto trabalham e aprendem desde casa. O Google ressalta que “centenas de milhares de estudantes em Hong Kong, Vietnã e Itália, onde as escolas foram fechadas” estão mantendo os estudos assim.

O acesso é gratuito também aos recursos avançados de videoconferência do Hangouts Meet a todos os clientes do G Suite e G Suite for Education em todo o mundo até 1º de julho.

O Google ainda destaca que o YouTube também está recebendo um suporte extra por conta da atual situação com o coronavírus: “Também estamos adicionando recursos para suportar a demanda crescente por transmissão ao vivo no YouTube. Vimos um interesse crescente nas regiões afetadas, pois as pessoas procuram se conectar virtualmente com suas comunidades quando não conseguem fazê-lo pessoalmente“.

Notícias Relacionadas