Facebook usará Inteligência Artificial no combate à deepfakes

08 de Janeiro de 2020

Em comunicado, a rede destaca que a ação não se aplica à sátiras ou paródias

O Facebook divulgou que fará uso de inteligência artificial para excluir deepfakes da plataforma. Trata-se de conteúdos audiovisuais que igualam situações ou falas por meio de machine learning. Por exemplo, com a tecnologia, seria possível criar vídeos em que personalidades dizem frases que não são de sua autoria.

Segundo Monika Bickert, VP de global policy management do Facebook, a rede social ainda realizará parcerias com academias, governos e indústrias para expor agentes que realizam este tipo de manipulação. “Ao redor do mundo, estamos conversando com mais de 50 experts globais em legislação, mídia, política, civil e técnica para informar o desenvolvimento da nossa política e melhorar a ciência para detectar conteúdo manipulado”, disse a executiva em comunicado.

A empresa ainda afirmou que irá remover todo conteúdo que for fruto da sobreposição de inteligência artificial ou de machine learning ao conteúdo real. O comunicado destaca que nenhuma das duas hipóteses se aplica a sátiras ou paródias.

Notícias Relacionadas