Facebook sai do ar e Telegram registra 3 milhões de novos registros

14 de Março de 2019

Os novos usuários foram anunciados pelo fundador e CEO do Telegram, Pavel Durov, em seu canal pessoal

Em um mundo conectado 24 horas, ficar sem meios que proporcionem isso não é uma opção. Diante da mais recente instabilidade pela qual passou o Facebook durante a essa quarta-feira (13), e que também afetou suas principais plataformas: Instagram, Messenger e WhatsApp, a solução encontrada por 3 milhões de pessoas foi aderir ao Telegram.

Os novos usuários foram anunciados pelo fundador e CEO do Telegram, Pavel Durov, em seu canal pessoal.

Em conversa com o TechCrunch, uma fonte do Telegram confirmou que o tempo de inatividade dos aplicativos do Facebook é a causa mais provável do pico de cadastros: “Essas interrupções sempre atraem novos usuários”.

O Telegram é um serviço gratuito de mensagens criptografadas semelhante ao WhatsApp. A plataforma sempre enfatizou a proteção da privacidade dos usuários como um de seus principais recursos, e adicionou um suporte de criptografia já em 2013, três anos antes do WhatsApp.