Estudantes de Blumenau criam robô com melhor design mecânico em competição nacional de robótica

18 de Março de 2019

Equipe venceu na categoria Design do Robô na etapa nacional do torneio FLL realizada no Rio de Janeiro

 A equipe Techmaker de Blumenau venceu o primeiro lugar na categoria design mecânico na etapa nacional do torneio First Lego League (FLL), promovida no Festival SESI de Robótica. O evento foi realizado no Rio de Janeiro neste final de semana (de 15 a 17 de março) e reuniu mais de 1,2 mil estudantes do país todo. A equipe Team Spark, de Criciúma, venceu o prêmio de melhor pesquisa e desenvolvimento na competição realizada pela Fórmula 1. Já a equipe Beta de Joinville foi reconhecida pelos juízes da competição FIRST Tech Challenge (FTC) pelo trabalho em equipe, colaboração e cooperação.

O bom desempenho das equipes catarinenses pode levá-las às disputas internacionais. Tanto a Techmaker, quanto a Tecnorob (Brusque) e a Agrorobots (Concórdia), se classificaram como suplentes do torneio da FLL. “Consegui ver o quão importante é o trabalho em equipe. Para a nossa equipe o prêmio significa muito, pois fomos muito ousados com a estratégia do robô, fazendo algo diferente do padrão”, fala o estudante Polux Baptista, de 16 anos, que integra a equipe Techmaker e embarca para o Taiwan em um intercâmbio que durará um ano.

Fabrizio Pereira, superintendente do SESI/SC, reforça que eventos como este estimulam a pesquisa matemática, científica e tecnológica. "Os estudantes têm acesso a um mundo de informações, facilitando a escolha por carreiras mais tecnológicas e alinhadas a uma indústria mais moderna", comenta. 

Para o diretor-superintendente do SESI Nacional, Rafael Lucchesi, o resultado mais importante do festival é a transformação pela educação. "São jovens trabalhando na área de automação, robótica, inteligência artificial, se capacitando e se projetando. O aprendizado dessas competências será decisivo para as vidas desses estudantes. O festival é uma demonstração de domínio do conhecimento, mas também de trabalho em equipe e de controle emocional", afirma.
 

Notícias Relacionadas