MEMÓRIA | A atualização no algoritmo do Google e as surpresas no Instagram

10 de Julho de 2019

Nos últimos dias as atenções da comunidade da internet se voltaram para as duas gigantes do Vale do Silício

Esta matéria foi publicada originariamente neste portal no dia 5 de junho deste ano.
Ela está sendo publicada novamente hoje, no dia que o Instagram dá início a testes
na plataforma no Brasil. Uma das novidades é a omissão pública do número de curtidas.
A partir de agora somente o dono do post terá essa informação.

No iníciode junho o Instagram fez uma série de interferências nas contas de seus usuários sem aviso prévio, o que provocou pânico mundo à fora. Sim, pânico, pois contas foram banidas, outras bloqueadas e a maioria teve afetada a sua quantidade de seguidores. Veja o diálogo entre pessoas num grupo de Whats App que o AcontecendoAqui acompanhou ontem:

[11:26, 4/6/2019] Oi gente ????
Preciso de um help de vcs! To tentando criar uma conta aqui no insta e não consigo de jeito nenhum?????? Ele permite
criar (já tentei diversos usuários e e-mails) depois diz que minha conta foi bloqueada.

[11:29, 4/6/2019] : Sim, comigo ja aconteceu 3x, tinha criado o instagram do cliente, fica rodando 1/2 dias e simplesmente bloqueia até o e-mail e nunca
consegui achar alguma resposta sobre isso. 
Achei até que fosse pq eu não era a unica que mexia no instagram (pois o cliente exigia q ele postasse as
fotos e as # e a pessoa não morava no brasil, eu tinha q autorizar daqui pelo aviso do instagram).

[11:29, 4/6/2019] : Mas infelizmente não faço ideia do pq vem acontecendo, ja busquei vários artigos e nada

[11:34, 4/6/2019] : Que coisa! Eu to achando que tenha a ver com o nome do usuário. Que talvez alguém já tenha usado um nome similar e tenha furado
alguma regra, sei lá

[11:35, 4/6/2019] : pode ser, o mais proximo q cheguei de achar uma solução, no meu caso, foi o uso da mesma # com frequencia, ele pode achar q é
algum bot ou algo semelhante e por isso bloqueia. Mas se no teu caso não chegou a fazer nenhuma postagem e tal, pode ser por nome mesmo.

========================

Algoritmo de Busca do Google
No dia 3 de junho, a Google anunciou mais uma atualização no seu algoritmo, desta vez feita com antecedência a pedido da comunidade da internet - que das vezes anteriores fora surpreendida com atualizações sem aviso, o que gerava um tumulto na vida e nos negócios atrelados ao Google.  No dia 2 de junho, a Google escreveu: “Estamos lançando uma ampla atualização do algoritmo central, como  fazemos várias vezes por ano. É chamado de atualização do núcleo de junho de 2019. Nossa orientação sobre essas atualizações permanece como já cobrimos antes". Leia o que ele dizia sobre  essa  atualização: "uma atualização sobre atualizações -- para nossos algoritmos de pesquisa. Como explicado antes, cada dia, o Google geralmente libera uma ou mais alterações projetadas para melhorar nossos resultados. A maioria tem pouca mudança perceptível, mas nos ajuda a continuar a melhorar incrementalmente a pesquisa..."

Anúncio antecipado
Na atualização daquela semana o Google avisou que faria o anúncio da atualização ao vivo, o que gerou uma grande expectativa internacional. No entanto,  aparentemente, não é nada demais. Confira logo abaixo alguns depoimentos de profissionais que têm domínio da plataforma, consultados pelo AcontecendoAqui, que avaliaram a notícia e investigaram o que estava sendo dito pela Google e a repercussão disso. Uma das empresas que o portal consultou, por ser a mais atuante com o Google em Santa Catarina, preferiu não se manifestar oficialmente mas disse que sempre há muita especulação nos dias em que acontecem essas atualizações e que no decorrer da semana é que se vai perceber o que efetivamente essa atualização provocou nos sites e nas contas atreladas ao Google. 

Depoimentos de leitores do AcontecendoAqui

"O Google realiza atualizações todos os dias, a última atualização maior foi em março. Já avisaram que nem sempre as atualizações são perceptíveis. Ainda não citaram, de maneira detalhada, o que foi atualizado nem deram  informações que nos ajudem a mensurar o impacto dessa mudança. Seguimos com a preocupação de ter conteúdos relevantes que respondam ao que as pessoas procuram em suas pesquisas, entregando da maneira mais fácil para as encontrarem respostas e se relacionarem com as marcas que trabalhamos."

Camila Heberle, Head of BI na Sambba Propaganda

=================================

"O Google anunciou que teremos mais alterações no algoritmo. Nossa dica é ficar de olho no posicionamento orgânico das keywords, e nas ferramentas Google Search Console e Google Analytics."

João Andrade, presidente da ABRADi - SC e sócio-diretor da A2C

=================================

"Essa atualização do Google foi "cantada" há meses (quiçá anos). Ela simplesmente acompanhou o comportamento do usuário, o qual ela sempre privilegiou desde sua concepção.
O que as empresas precisam se dar conta é que ela precisa, assim como o Google, se moldar ao comportamento dos usuários, e não o contrário.
Infelizmente (ou felizmente), estamos na fase de empoderamento do usuário. E os negócios que não se adaptarem a essa nova fase, estão fora do mercado.
Da noite para o dia estão surgindo e desaparecendo novos negócios, e esse é um movimento do mercado que constata parte disso. Consumidores cada vez mais exigentes e até os gigantes como o Google precisam se adaptar a eles.
Seu site não está adequado às novas regras de SEO anunciadas pelo Google? Corra atrás do prejuízo, se não o prejuízo vai correr atrás de você.
Risco para as empresas? Não, somente uma oportunidade dela se antecipar e fazer diferente daqui para frente."

Luiz Gustavo Schroeder Vieira, sócio-diretor a Agência Mito

=================================

"O Google sempre faz atualizações e resolveu avisar a comunidade no caso de novas "mudanças", o Core Update de Junho é o Google dizendo que quer entregar os melhores resultados aos usuários. Nos próximos dias, vale ficar de olho no Google Analytics e nos relatórios do Google Search Console. Em casos como esse eu sempre digo que devemos esperar, nunca devemos "correr" atrás dos algoritmos e sim, focar em melhorar o nosso site, trazendo sempre a melhor experiência para o usuário. Caso você perceba muitas oscilações em seus resultados, talvez seja a hora de parar e reavaliar itens básicos como: SEO On page, aqui, o básico é o avançado, performance (tempo de carregamento, experiência mobile e experiência no site como um todo) e conteúdo. Vale também, pensar em agregar snippets ao seu site, o Google já os colocou como uma tendência para 2019 e que pode ajudar nos seus rankings".

Rosana Amaral - Especialista em SEO na Resultados Digitais

=================================

A atualização não irá gerar grande impacto no SEO dos sites e apenas daqui algumas semanas de monitoramento iremos realmente perceber o impacto dessa atualização. O objetivo do Google é sempre melhorar o resultado das buscas e certamente essa atualização vai ao encontro desse objetivo. Um ponto que devemos ter atenção é que no último ano a busca pelo o termo "perto de mim" aumentou 55%. Talvez essa atualização vá ao encontro desse fato, mas isso é apenas uma suposição. O fato é que as pessoas estão cada vez mais buscando por negócios perto delas. E estar bem posicionado no Google nesse momento é fundamental para o sucesso de um negócio local.

Santiago Edo - CEO da Reviwer

=================================

Opinião do AcontecendoAqui

O portal especula aqui, alguns itens que podem sofrer com essa atualização:
- ausência de certificado de segurança;
- mobile first;
- tempo de abertura do site;
- maior rigor no uso de palavras-chave (leia matéria do dia 30 de maio);
- maior controle no uso de "artimanhas" como o caso North Face propagado nesta semana. Leia aqui.

O AcontecendoAqui acredita que estejam sendo tomadas providências há muito reclamadas pelas agências de propaganda e pelos anunciantes internacionais que viam nas plataformas dessas gigantes um muro entre os interesses do ecossistema da comunicação. Fake news, adblocks, a proliferação de influencers, seguidores fantasmas e uma série de outras ocorrências vinham sendo tratadas como obstáculos para a manutenção de investimentos em mídia digital de grandes marcas como Unilever e P&G, as que mais noticiaram esse movimento. Torçamos para que todas as outras plataformas também tomem atitudes semelhantes.