Arqueologistas utilizam impressora 3D para recriar tumba do antigo Egito

14 de Novembro de 2017

Um time de arqueologistas e artistas está trabalhando para recriar a tumba do faraó Seti I, do Antigo Egito. De acordo com o The Independent, os estudiosos estão utilizando impressoras 3D para reconstruir a tumba num local perto do original, na cidade de Luxor.

Até o momento duas câmaras foram reproduzidas e exibidas em um museu na Basileia. A exposição possui uma cópia exata do sarcófago real do faraó, que tem aproximadamente 3.300 anos.

Segundo Adam Lowe, fundador da Fundação Factum, responsável pelo projeto, o túmulo de Seti é "a mais importante biblioteca da religião, filosofia, arte, poesia e ciência faraônica" existente.

Para recriar as câmaras, sua equipe utilizou a tecnologia de digitalização e impressão em 3D de última geração, além de fotogrametria - a ciência de tirar medidas de fotografias.

sarcofago