Setor audiovisual publicitário emite comunicado com medidas preventivas

18 de Março de 2020

Filmagens e gravações em ambientes públicos estão proibidas em São Paulo

 

Imagem de marian anbu juwan por Pixabay 

 

Em virtude dos últimos acontecimentos em relação à pandemia da Covid-19, em busca de melhor orientar e trazer mais segurança e informações, as entidades representativas do setor audiovisual
publicitário, ABAP – Associação Brasileira das Agências de Publicidade, APRO – Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais, SIAESP – Sindicato da Indústria Audiovisual do
Estado de São Paulo e SINDCINE – Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Cinematográfica e do Audiovisual dos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás,
Tocantins e Distrito Federal, conjuntamente assinam este comunicado aberto ao mercado audiovisual, reforçando a adoção de medidas preventivas em combate à disseminação do vírus
portador nos ambientes de trabalhos das produções audiovisuais. 

 

Nesse sentido, insta primeiramente informar que na manhã deste 17 de março de 2020, a Prefeitura de São Paulo publicou o Decreto nº 59.283, decretando a situação de emergência no
município em decorrência da evolução da Covid-19. No mesmo dispositivo, foi determinada ainda, à Secretaria Municipal de Cultura, a suspensão das autorizações de filmagens em equipamentos
e logradouros públicos, emitidas por meio da SP Cine e São Paulo Film Commission. A suspensão se inicia a partir de hoje, 17 de março de 2020, e perdurará por tempo indeterminado.
Em relação às filmagens e gravações em ambientes privados, tais como estúdios e locações próprios, não há, até o momento, qualquer ordem legal expressa que proíba ou suspenda o
acontecimento destas. Ainda assim, há a recomendação forte dos referidos órgãos públicos de que estas filmagens devam ser suspensas momentaneamente.

 

A decisão de suspensão ou paralização das filmagens que estão em curso certamente impacta a rotina e os prazos de entregas das produtoras, sobretudo nas produções publicitárias. No entanto,
diante do cenário atual, é preciso reforçar ainda mais a responsabilidade de todos em zelar pela segurança dos profissionais envolvidos e buscar por novas possibilidades, a partir, por exemplo,
de roteiros que permitam outros tipos de execuções, utilizando recursos como: imagens de stock shot, animação, pós-produção, entre outras técnicas.

 

Caso decidam pela manutenção das filmagens, é importante frisar que esta decisão implicará em novos riscos e custos, uma vez que estarão expostos a situações fora do controle ( como por exemplo: eventual no show de elenco/técnico; adiamento e/ou cancelamento de filmagem em função de suspensão dos Órgãos de Controle, etc.). Informamos que essa decisão também deverá ser amparada com a anuência da agência e anunciante contratantes, que assumirão a responsabilidade por eventuais danos ou prejuízos causados. Reforça-se ainda, no modelo do IV Fórum da Produção Publicitária, a previsão do mecanismo de Contingency Day, que cobre custos extras ocasionados por adiamento ou cancelamento por motivos externos ao controle da produtora, cabendo a esta o dever de informar a agência e anunciante o panorama atual.
 

De maneira geral, seguindo a orientação dos órgãos públicos e atentos ao atual estado de emergência na cidade de São Paulo, recomenda-se a suspensão das filmagens por tempo indeterminado. Em caso contrário, ou seja, de manutenção das filmagens por decisão motivada pelas agências ou anunciantes, as produtoras deverão se resguardar, colhendo e arquivando os respectivos pedidos e comunicados de prosseguimento das gravações, que servirão para a assunção de responsabilidade daqueles.
 

No caso hipotético de continuidade com as produções, recomendam-se ainda as já expressas medidas preventivas para minimizar o risco de contágio entre os profissionais presentes nos sets
de filmagens:
- Profissionais com sintomas da Covid-19, semelhantes aos de uma gripe, com febre e dificuldade de respirar, devem notificar imediatamente a produtora e não comparecer nas gravações;
- Produtores que tomarem ciência de algum profissional potencial portador do vírus, deve notificar imediatamente alguma das entidades representativas aqui indicadas; Protocolo a ser adotado com profissionais da minha equipe: Verificar se algum profissional viajou nos últimos 14 dias? Caso positivo, saiba se foi para uma localidade de risco. Avalie a possibilidade da pessoa manter-se em home office e/ou substituir esse profissional no set de filmagem.
- Verificar se algum profissional da equipe teve contato próximo com alguém que viajou nos últimos 14 dias para áreas de risco. Avalie a possibilidade da pessoa manter-se em home office e/ou substituir esse profissional no set de filmagem.
- Verificar se algum profissional da equipe entrou contato com alguém que foi testado positivo para o Coronavírus. Mantenha a em home office por 14 dias e substitua esse profissional no set de filmagem.
- Caso de alguém da equipe apresentar um quadro gripal (febre, coriza etc). Mantenha a pessoa em home office por 14 dias e recomende que ela procure um médico e teste para Covid-19. No caso de set de filmagem substitua o profissional.
- Caso alguém da sua equipe tenha testado positivo para Covid-19 Recomende que todas as pessoas que tiveram contato com ela entrem em quarentena (14 dias) e atentem para eventuais sintomas tais como febre, coriza, etc. No caso de set de filmagem substitua a equipe. 

 

Protocolo a ser adotado no set de filmagem:
- Higienização pré-filmagem : em estúdio / locação privada - ter uma equipe especializada para
higienizar o espaço antes da equipe entrar.
- Higienização equipamentos : ter uma equipe responsável para higienizar todos os equipamentos
(tripé; câmeras, etc) antes da equipe começar a operar.
- Os banheiros devem ser constantemente higienizados, preferencialmente de 30 em 30 minutos;
- Disposição de sabão neutro, preferencialmente líquido, em todos os banheiros e de álcool gel
em diversos pontos do set de filmagem;
- Fornecimento abundante de toalhas de papel descartáveis, para a devida secagem das mãos e
demais áreas de contato;
- Os profissionais de limpeza devem obrigatoriamente utilizar máscaras e luvas de borracha
descartáveis;
- Orientar os profissionais a não se cumprimentarem com abraços e apertos de mão;
- Se possível, orientar a todos a utilizar máscaras protetoras de gotículas;
- Todos os equipamentos profissionais devem ser previamente higienizados e também
higienizados após o seu uso;
- Catering: adotar um modelo de catering individual (marmitas; bowls), evitar o modelo de buffet
e itens que possam ser compartilhados. A alimentação deve ser manipulada pelo mínimo de
pessoas possíveis e com o uso de luvas descartáveis;
- Manutenção do Café: ter uma única pessoa responsável para servir a equipe.
- Check-in na entrada do set com enfermeiros/médicos verificando a temperatura da equipe e
encaminhar para higienização antes de acessar set;
- Evitar transportes coletivos, recomendamos carros individuais;
- Evitar aglomerações, manter no set de filmagem APENAS os profissionais necessários para cena;
- Privilegiar a contínua ventilação. Preferencialmente as filmagens devem ser realizadas em local
aberto e quando não for possível devem ser instalados equipamentos permitindo a circulação do
ar.
Atenção! 

- Evite deslocamentos de equipe para filmagens/reuniões em outras cidades.
- Reforce com a equipe técnica e administrativa cuidados de higiene pessoal ao longo da diária
(lavar a mão, uso de álcool gel etc..)
Orientações Gerais:
1) Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel
2) Cubra o nariz e a boca ao espirrar ou tossir
3) Evite aglomerações se estiver doente
4) Mantenha os ambientes bem ventilados
5) Não compartilhe objetos pessoais (computador; celular etc). 

Notícias Relacionadas