Plataforma que luta por maior presença da mulher no mercado publicitário lança campanha de financiamento coletivo

17 de Fevereiro de 2020

Entre os principais objetivos está o desenvolvimento da versão 2.0 da plataforma e levar uma jovem negra ao Festival de Cannes

Aumentar o valor e o número de mulheres criativas nas áreas de publicidade, design e conteúdo é a premissa do instituto MORE GRLS, desde sua origem, em 2018. Com o objetivo de expandir o alcance e a atuação dessa plataforma de transformação, as fundadoras do projeto e criativas Camila Moletta e Laura Florence acabam de iniciar uma campanha de financiamento coletivo. 

A dupla percursora do movimento anunciou recentemente um plano para desenvolver a versão 2.0 do MORE GRLS, que inclui o mapeamento de talentos femininos na Europa, Estados Unidos e América Latina. Além disso, o crowdfunding se faz necessário para angariar recursos que incrementem projetos de educação, visando conscientizar a alta liderança das empresas sobre a importância de ter mais mulheres no mercado criativo, por meio de mentorias, eventos, workshops e processos de recrutamento. E ainda levantar fundos para patrocinar e estimular a participação das mulheres nos grandes eventos do mercado publicitário. O MORE GRLS pretende levar uma jovem negra criativa ao Festival de Cannes 2020.

"As mulheres ainda não se sentem representadas na propaganda brasileira, e não é de se espantar quando vemos quem está por trás da criação da maioria das campanhas. Hoje, ocupamos somente 26% das posições destinadas aos profissionais de criação, sendo 15% líderes gerais e apenas 2% alta liderança", conta Camila Moletta, lembrando que 65% do público feminino não se enxerga em materiais publicitários, apesar de deter 85% do poder de compra.

Com mais de 3.500 profissionais cadastradas, a plataforma representa hoje a maior comunidade de mulheres criativas do Brasil. Trata-se de uma ferramenta que tem gerado oportunidades concretas de empregos e a participação do público feminino em eventos, júri de premiações e entrevistas na mídia, empoderando e ampliando sua visibilidade.

A campanha de financiamento coletivo pode ser vista na plataforma Benfeitoria, na qual é possível contribuir com assinaturas mensais, a partir de R$ 20, e receber benefícios exclusivos. As empresas também podem ajudar patrocinando o instituto.

Manifesto MORE GRLS:

A indústria da comunicação sempre contribuiu para a cultura machista. Criou estereótipos como os da “família margarina” e da “gostosa da cerveja”. Não à toa, a maioria das mulheres não se sente representada na propaganda, apesar de deter 85% do poder de compra. Irônico, mas tem explicação: existem menos de 30% de mulheres na criação das agências. O MORE GRLS pretende se tornar o maior mapa de talentos femininos nas áreas de publicidade, design e conteúdo para que todos possam conhecer e valorizar as criativas que, apesar de tudo, estão no mercado hoje. Porque precisamos de mais mulheres com voz na criação para criar as reais garotas propaganda. Para isso, é preciso que as mulheres cadastradas aqui, tenham melhores oportunidades, sejam lembradas por jornalistas, organizadores de júri e, principalmente, clientes – que, sem dúvida, são grandes aceleradores desse processo.