Pela primeira vez em 37 anos a Budweiser estará fora do Super Bowl

25 de Janeiro de 2021

Marca vai focar em uma campanha de conscientização sobre vacinas

Frame do comercial 'Puppy Love' de 2014 - Crédito: AB InBev

A Budweiser abrirá mão do tempo de propaganda no Big Game pela primeira vez em 37 anos, quebrando uma sequência que incluiu alguns dos lugares mais reconhecidos da história do Super Bowl, de “Bud Bowl”  de 1989 a “Puppy Love” de 2014, conforme arquivo da AdAge.

A decisão de Anheuser-Busch InBev de afastar a marca do evento de TV mais assistido do ano segue movimentos semelhantes da Coca-Cola e da Pepsi (embora a Pepsi ainda patrocine o programa do intervalo), sinalizando que as grandes marcas estão adotando uma abordagem muito diferente neste ano diante da realidade da COVID-19 e de conflitos políticos que continuam a dominar o ciclo de notícias.

Volta em 2022
A Bud está promovendo a mudança de postura com um anúncio digital criado pela David, Miami, lançado hoje, que é narrado por Rashida Jones e mostra americanos lidando com a pandemia, além de cenas de alguns dos primeiros profissionais de saúde a receber a vacina. O anúncio, chamado de "Bigger Picture", termina com o esforço do Ad Council, enquanto sugere que Bud estará de volta para o Super Bowl de 2022 com o texto "nos vemos no jogo no próximo ano".

 

Para ler a íntegra desta matéria no AdAge, clique aqui.

SE BEBER NÃO DIRIJA.

 

Notícias Relacionadas