Parceria entre CENP-Meios e Kantar torna o ranking de agências de publicidade mais preciso

16 de Dezembro de 2020

Ação conjunta foi proposta feita pela Associação Brasileira das Agências de Publicidade (Abap) e pela Federação Nacional das Agências de Propaganda (Fenapro)

Incentivado pela Associação Brasileira das Agências de Publicidade (Abap) e pela Federação Nacional das Agências de Propaganda (Fenapro), o Conselho Superior das Normas-Padrão (Cenp) aprovou uma ação conjunta entre o Conselho Executivo das Normas-Padrão e a Kantar IBOPE Mídia - líder global em dados, insights e consultoria - para aperfeiçoar o ranking de compra de mídia das agências de publicidade do Brasil.

De acordo com a CEO da Kantar IBOPE Media no Brasil, Melissa Vogel, a iniciativa oferece melhorias e beneficia o mercado publicitário. “O CENP-Meios, pela maneira como é composto, oferece um grau de segurança e precisão às informações da atividade publicitária das agências de publicidade certificadas participantes do sistema. Já o ranking das agências da Kantar IBOPE Media tem uma abrangência nacional única no mercado. E com esta colaboração a representatividade do investimento em publicidade ganha em transparência e relevância, projetando sua importância na economia do país”, afirma a executiva.

Nesse sentido, a partir de meados de março de 2021, o CENP-Meios publicará uma lista classificando em ordem decrescente as agências em razão das compras de mídia realizadas por seus clientes-anunciantes sem, no entanto, apresentar quaisquer valores ou dados sensíveis. A Kantar utilizará esta lista para, com base nos dados do Monitor Evolution e utilizando metodologia própria, estimar os valores veiculados.

“É um fenômeno bem conhecido dos especialistas em administração: medições mais precisas são indispensáveis a qualquer segmento de mercado e influenciam em seu reconhecimento e desenvolvimento”, comenta o presidente da Fenapro, Daniel Queiroz. Ele completa: “Análises de evolução e desempenho quantitativos e qualitativos ampliam nossa credibilidade e têm repercussão positiva não só para as agências como também para os anunciantes e veículos”.

O desenvolvimento do sistema para extração do ranking e informação às agências participantes do CENP-Meios já estão em curso desde a aprovação pelo Conselho Superior.

Notícias Relacionadas