Nivea é acusada de racismo em publicidade

20 de Outubro de 2017

"para uma pele visivelmente mais clara".

A Nivea está sendo acusada de racismo, depois de exibir outdoors na África em que uma modelo negra apresenta o produto "Natural Fairness Body Lotion", com o texto: "para uma pele visivelmente mais clara".

As peças publicitárias são protagonizadas pela ex-miss Nigéria, Omowunmi Akinnifesi, e integram uma campanha que também conta com filmes para a TV e que retratam a pele da modelo ficando mais clara depois de usar o creme.

De acordo com o Clube de Criação, em comunicado, a Beiersdorf AG, proprietária da marca alemã, declarou que a companhia está comprometida com "diversas necessidades de cuidados com a pele".