Gramado III: Luiz Lara e Walter Longo foram os destaques da quinta-feira.

05 de Junho de 2009

05 JUN Confira como foi a tarde no 2º dia do 17º Festival Mundial de Publicidadeem Gramado A primeira palestra

05 JUN -

Confira como foi a tarde no 2º dia do 17º Festival Mundial de Publicidade em Gramado

A primeira palestra da tarde começou às 14h, com Luiz Lara, da Lew???Lara/TBWA. Ele falou que ???as agências devem ser consultorias criativas, devem ser responsáveis, junto aos parceiros de comunicação, pelo processo criativo. E todas as soluções dadas pela agência devem levar o DNA, os valores do cliente.??? Disse também que, ???para obter o sucesso, o publicitário primeiro deve ser apaixonado pelo negócio e pela marca do cliente. E segundo, ser apaixonado pela profissão???.

Concordando com o Rony Rodrigres, da BOX 1824, Lara disse que ???o mundo é da experiência. Com marcas e produtos, o consumidor deve ter experiências e não apenas relações de consumo???.

Segundo Lara, ???não existe dono da ideia. A partir do momento que a ideia deu certo, ela é única e exclusivamente do cliente???. Para finalizar, Lara deixou uma mensagem especial aos estudantes que estavam no evento. Disse que ???temos que acreditar na forca das ideias, ousar e diferenciar???.

Em seguida, foi apresentado o vídeo ???Dossiê 4 ??? sustentabilidade???, da MTV e um breve debate com Mauro Dahmer, jornalista social da empresa. Mauro disse que a MTV trabalha de modo sustentável, envolvendo arte, música e moda. Mauro debateu sobre a importância desses atos, reforçando que os seus costumes e manias devem ser levados para dentro da empresa em que você trabalha. Seus pontos de vista sobre sustentabilidade devem ser carregados para onde você for.

Para fechar o dia, o público foi agraciado com uma palestra de Walter Longo, vice-presidente de planejamento estratégico e inovaçãodo Grupo Newcomm, que falou sobre ???Inovação e Vanguarda e Meios e Estratégias???. Segundo Longo, ???Ta tudo mudando ao mesmo tempo. A evolução das mídias digitais está gerando uma revolução na vida das pessoas???. De uma maneira geral, Longo focou sua palestra na teoria dos ???5 não???s???.

1 ??? Tamanho não é documento: ???O mercado é o mundo, com as inovações, eu posso ter uma empresa do quintal da minha casa e exportar para o mundo todo, baste que eu esteja conectado a rede de computadores. Não existem limites???.

2 ??? O cliente não tem sempre a razão: ???Com tanta coisa nova, nem sempre o cliente sabe tudo o que pode ser feito???. Citando Henry Ford, Longo disse que ???Se na época em que lançou o carro, tivesse feito uma pesquisa para descobrir o que as pessoas querem, ele não teria inventado o carro, porque elas pediriam apenas cavalos mais rápidos???. Ou seja, pesquisas são interpretativas.

3 ??? Seu negócio não é o que você está pensando: ???Hoje, as empresas inovadoras não vendem um produto, vendem modelos de negócio. Vendem produtos e formas que são diferentes, que fogem a regra e viram referência justamente por esta diferenciação???.

4 ??? O futuro não é dos especialistas: ???O futuro é dos nexialistas, que tem cabeça de hiperlink. Olham de maneira genérica, e buscam só o que interessa. Não sabem resposta pra tudo, mas sabem onde encontrá-las???.

5 ??? A comunicação não é caminho de mão única: ???As pessoas gostam de descobrir produtos e não serem descobertos por eles???. Longo bateu forte na tecla de ???transformar o consumidor em mídia, o ???boca a boa??? e o ???mouse a mouse??????.

Para finalizar a palestra, disse que ???Inovação é simplicidade. Fazer de um jeito diferente o que os outros fazem igual???.

Texto: Leandro Sabino e Letícia Gumz editores do Blog Bula Criativa e acadêmicos do sétimo semestre do Curso de Comunicação Social da UNIASSELVI.
Fotos: Rafael Maus (NACOM) e Felipe Colvara (Laboratório de Fotografia da UNIASSELVI).
Coordenação: professor Deivi Oliari.