Alright desenvolve produto próprio de geolocalização.

29 de Janeiro de 2019

A/GEO chega ao mercado ampliando a capacidade de conexão de dados de localização com inventário de mídia digital

A tecnologia nos permite compreender melhor o comportamento das pessoas. Hoje é possível  definir uma jornada do consumidor através de diferentes fontes de dados de comportamento, navegação web entre outros. Até pouco tempo atrás, a nossa navegação em páginas web era um dos principais dados de comportamento utilizados pela publicidade para segmentar usuários. Uma pessoa que estivesse frequentemente navegando por páginas de empreendimentos imobiliários e notícias sobre o mercado imobiliário era definida como uma pessoa em processo de aquisição de imóvel. Porém isso é só a ponta do iceberg da segmentação data-driven adotada pelos mercados mais desenvolvidos. Anne Cardon, Coordenadora de Marketing da Alright explica como essa visão foi aprimorada pela empresa: “Dados de navegação são muito mais precisos do que uma segmentação demográfica mas ainda assim com uma certa margem de erro. Agora é possível cruzar o nosso comportamento online com outras fontes de dados como, no caso, nossa geolocalização.”

Na prática, a grande demanda dos anunciantes é: como podemos conectar estes dados com a comunicação de marca e produtos? O ecossistema de ad tech hoje é uma grande rede de plataformas e tecnologias que se conectam de diferentes formas para todo tipo de estratégia e objetivo de marketing digital. Os dados de geolocalização se conectam com inventário de mídia de veículos que disponibilizam suas propriedades em plataformas de mídia programática. A precisão dos dados vem aumentando a cada ano com o uso crescente de smartphones e a evolução tecnológica destes. Segundo Cristiano Terres, Gerente Comercial da Alright, “Os anunciantes estão buscando se adaptar à complexidade desse novo modelo de compra programática. É aí que entramos com a expertise da Alright em modelar as entregas de mídia digital conforme as demandas do mercado.”

Esse ambiente aberto das plataformas de dados e inventário de mídia permitiu a Alright desenvolver suas próprias soluções de geolocalização. A capacidade de comunicar com o consumidor tanto no mobile como desktop (cross device) em formatos como display, vídeo, native e até áudio ampliou as possibilidades de estratégias de comunicação dos clientes atendidos. “As possibilidades vão desde o impacto por proximidade em um determinado raio de pontos no mapa até a utilização do histórico de localização para impactar pessoas pelo comportamento frequente em aeroportos, academias, redes de farmácias, supermercados, agências bancárias e qualquer outro ponto listado em plataformas como Google e Facebook Places.” segundo Adriano Terres, Coordenador de Operações da Alright.

A empresa espera um grande crescimento no uso de geolocalização em 2019. Os produtos voltados para os mercados de varejo, educação, financeiro, automotivo, imobiliário, entre outros, contam com estratégias de geolocalização para enriquecer a base de dados que compreendem a jornada do consumidor de cada um destes mercados.