Acinam incentiva a valorização da água mineral catarinense em nova campanha

10 de Agosto de 2020

Objetivo é fomentar a geração de empregos, fortalecimento do comércio e arrecadação de tributos no Estado

A Associação Catarinense das Indústrias de Água Mineral (Acinam) deu início a uma campanha pela priorização do consumo da água mineral produzida em Santa Catarina.  O objetivo é reforçar o papel do setor para a economia catarinense. Para isso, serão veiculadas mensagens de apoio ao produto local em adesivos para vitrine e bombonas, display de gôndola, gravatinhas, folders canais de TV, rádio e sites.

De acordo com o presidente da Acinam, Tarciano Oliveira, a ideia é dar ênfase ao quanto a escolha do consumidor pode contribuir para uma cadeia que envolve geração de empregos, fortalecimento do comércio e arrecadação de impostos. Os materiais trazem a mensagem “Vamos ser transparentes - Beba água mineral catarinense”. Também explicam como a preferência por produtos locais traz benefícios para toda a comunidade.

“Pensamos em uma forma de conscientizar o consumidor catarinense pela valorização da água mineral produzida no Estado. Temos uma água com características físico-química de alta qualidade e reconhecida mundialmente. Por isso, é preciso que o consumidor saiba que, além de optar por um produto saudável e de qualidade, ele também está contribuindo para toda uma cadeia produtiva que vai desde a envasadora e os empregos que ela gera direta e indiretamente até o comerciante local. Além disso, principalmente nesse momento delicado que enfrentamos, a arrecadação de tributos no Estado é essencial para viabilizar investimentos em infraestrutura, saúde e educação para os catarinenses”, explica o presidente da organização.

A estratégia de comunicação para a campanha foi elaborada pela NVS LAB com o apoio ESTRUTURA de Comunicação junto à imprensa, e prevê inserções de informes publicitários em emissoras de televisão aberta e mídia digital, além de spots para rádio. “Nosso planejamento prevê um impacto amplo em todo Estado. Acreditamos que os catarinenses compreenderão a importância de escolher um produto feito aqui em Santa Catarina”, finaliza Tarciano.

Notícias Relacionadas