Pesquisa revela que jovens estão deixando de utilizar o Facebook

12 de Setembro de 2018

Estudo foi realizado com adolescentes dos Estados Unidos para mostrar suas relações com a internet, principalmente as redes sociais

Foto: Reprodução/B9

A ONG Common Sense Media realizou uma pesquisa que mostra a relação de jovens dos Estados Unidos com a internet, principalmente as redes sociais. Um dos dados que mais chama atenção é a queda do número de usuários do Facebook, que de 68% em 2012 foi para 15% em 2018.

De acordo com o B9, o motivo é que a rede social envelheceu - não como plataforma e nem pelo que oferece aos usuários, mas por ter um público atualmente que inclui até os avós dessa geração mais nova.

Entretanto, segundo a pesquisa, a porcentagem de jovens que acessam a internet aumentou de 34% para 70%. A maioria prefere utilizar outras redes sociais como Snapchat (41%) e Instagram (22%). Outro dado que chama atenção é que 47% dos entrevistados se consideram “viciados em seus smartphones”, mas apenas 24% se intitulam “viciados em redes sociais”.

"Os adolescentes sentem que as redes sociais fortalecem seus relacionamentos com amigos e familiares, oferecem um importante caminho para autoexpressão e os fazem sentir-se menos sozinhos e mais conectados. Ao mesmo tempo, reconhecem que às vezes os afastam de interações cara a cara e os fazem sentir-se deixados de lado e ‘menos’ que seus pares", destacou o CEO e fundador da Common Sense, James Steyer.

Confira a pesquisa compelta aqui.