Cientista da Nasa diz que explorar áreas de deserto pode ser opção para o crescimento populacional na Terra

13 de Abril de 2018

Professor Kumar Krishen veio a Santa Catarina para 3 encontros: Unisul, Acate e Fiesc

Foto: Renato Gama

 
O auditório da ACATE, em Florianópolis, ficou tomado por mais de 300 pessoas na noite desta quinta-feira, 12/04, que foram assistir à palestra do cientista sênior da NASA, Kumar Krishen, que tratou do impacto das inovações no nosso futuro.

Meia hora antes do início da palestra, Krishen conversou com jornalistas respondendo a uma grande quantidade de perguntas, a maioria sobre as atividades da Nasa no espaço. Ele detalhou algumas missões e seus resultados práticos para os humanos, como a telemetria, telemedicina e os cuidados com a saúde a partir de experiências realizadas pelos astronautas na gravidade zero. 

O que é Inovação
Kumar Krishen focou sua apresentação em inovação e futuro. Segundo ele, "Inovar é expandir capacidades. O que temos hoje, nunca será suficiente amanhã. Vivemos na era da explosão de dados e isso não vai parar. O desafio agora é o armazenamento e o que fazer com eles”. 
A inovação se desenvolve muito rapidamente e está sendo consumida em grande quantidade pelas pessoas chegando até ao ponto delas se sentirem, em prazos curtos, usando equipamentos e produtos velhos. Um aspecto que deve ser levado em conta por quem lida com inovação é a propriedade intelectual, pois alguém irá transformar sua ideia em produto e tem que ter proteção à sua ideia. E você deve acompanhar todo o processo até o final, porque a última transformação é a mais importante. Perguntado sobre sua visão no que se refere à busca da Nasa por planetas onde possamos um dia habitar, Krishen disse que defende a tese da ocupação dos desertos para atender o crescimento da população na Terra. 

Desafios 
Todos querem mudar o planeta. Mas acima de qualquer mudança deve haver o cuidado com a qualidade de vida na terra. Esta é uma das grandes preocupações dos cientistas, afinal somos 7 bilhões de pessoas que precisam comer e beber todos os dias. A tecnologia que está nos trazendo novos desafios a todo instante, já que anda em passos rápidos, deve começar a se preocupar com essa realidade 

Educação
Na coletiva foi perguntado ao cientista a sua opinião sobre o que deve ser pensado no ensino para crianças visando prepará-las para profissões que ainda não existem. Ele considera que o uso adequado da tecnologia pode ajudar o sistema educacional que não está preparado para formar pessoas capazes de atuarem nelas. No entanto, devem acompanhar a evolução da tecnologia e a inovação para prepararem pessoas com capacidade de entender tudo o que já existe hoje - robô, realidade virtual, inteligência artificial, inteligência misturada - e para as que estão em desenvolvimento e serão disponibilizadas nos próximos 5 ou 10 anos.

4 Is
De forma descontraída e bem-humorada, Krishen enfatizou durante sua exposição os 4Is que irão garantir um futuro próspero ao Brasil: inspiração, imaginação, inclusão e inovação.

Painel
Após a palestra, foi promovido um painel com o presidente da ADVB/SC, Delton Batista, presidente da Acate, Daniel Leipnitz, Diego Brites Ramos, diretor geral da Teltec Solutions e o reitor da Unisul, professor Mauri Luiz Heerdt. A professora Simone Keller Füchter, que recentemente apresentou pesquisas para Krishen, foi a mediadora do debate.

O reitor da Unisul (Universidade do Sul de Santa Catarina), Mauri Luiz Heerdt, destacou o conhecimento transformado em tecnologia. “Kumar veio mostrar que é possível transformar conhecimento em ação e que isso pode mudar as nossas vidas”, disse.

"O evento inspirador com o pesquisador da NASA se coloca ao lado de outros grandes momentos de conteúdo internacional promovidos na história da ADVB/SC”, conclui o presidente da ADVB/SC, Delton Batista.    
 

Clique na galeria para ampliar as imagens: