TikTok celebra o Mês da Consciência Negra com a campanha #MinhaVozImporta

05 de Novembro de 2020

Conteúdos promovidos na plataforma durante todo o mês de novembro buscam fortalecer a representatividade de criadores negros e avançar na luta pela diversidade e de combate ao racismo estrutural

Créditos: Divulgação

Reforçando seus valores de ser uma referência em criatividade e inclusão, acolhendo a autenticidade e buscando garantir a diversidade na plataforma e na empresa, o TikTok promoverá durante o Mês da Consciência Negra a campanha #MinhaVozImporta, como forma de valorizar e celebrar o engajamento dos criadores negros. A cada semana, a campanha será desdobrada em mais quatro hashtags que abrirão espaço para novos conteúdos criativos e autênticos sobre os temas sugeridos pela plataforma.

O movimento tem início com a hashtag #MinhaArteImporta, onde os criadores compartilharão até o dia 9 conteúdos artísticos que valorizam a música, a arte, o humor, a fotografia, a dança e todos os outros tipos de expressão, além de atividades "Faça você mesmo". Dando sequência, o chamado #MinhaBelezaImporta, com foco em moda, maquiagem e cabelo, entra no ar no período de 10 a 15 de novembro. Já a penúltima hashtag da campanha é #MinhaHistoriaImporta, que entre os dias 16 e 20 de novembro vai contemplar conteúdos sobre literatura, arquitetura, ancestralidade, culinária e cultura. Fechando o mês, entre os dias 21 e 30, será a vez de falar em #MeuFuturoImporta, trazendo debates sobre educação, empreendedorismo, carreira, motivação, saúde, meio ambiente, tecnologia e games.

Na programação musical, o TikTok fechou uma parceria com o grupo Olodum, que realizará uma live no dia 20 de novembro - Dia Nacional da Consciência Negra. Além deles, diversos artistas negros participarão da programação que combinará artistas conhecidos do grande público com emergentes, dando visibilidade a novos trabalhos na plataforma. Na primeira semana, a plataforma recebe o cantor Péricles em uma transmissão ao vivo. A programação completa pode ser acompanhada diretamente na plataforma.

O TikTok também vai promover atividades internas que visam aumentar a compreensão sobre o racismo e a equidade étnico-racial de seus colaboradores, como parte de um processo educativo de longo prazo, envolvendo todos os níveis. O projeto contará com a participação da fundadora da Feira Preta, Adriana Barbosa, e da professora da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Lia Vainer. Além da parte educativa, a empresa irá ampliar sua rede de parceiros para aprimorar o processo de seleção e melhorar em equidade racial internamente.

“O ano de 2020 escancarou os efeitos e os desafios do racismo estrutural. A busca por equidade, inclusão e diversidade é um dos nossos principais compromissos no Brasil. Não se trata de uma ação isolada e restrita ao mês de novembro. Mas sim, de avançarmos num trabalho de longo prazo, dialogando com pessoas e organizações negras estratégicas para o TikTok, e que ganha o reforço com essas ações nesse período. Queremos também inspirar criadores negros para que possam se expressar e trazer à tona qualquer assunto que julguem relevante, pois sabemos que diferentes perspectivas enriquecem a sociedade como um todo. Tudo isso, apostando na criatividade, na alegria, na diversidade e no respeito às nossas políticas, que são marcas registradas do TikTok", afirma o diretor do TikTok for Good no Brasil, Handemba Mutana.

Outras iniciativas apoiadas pelo TikTok

Feira Preta

Pela primeira vez online, a Feira Preta — maior evento de cultura e empreendedorismo negro da América Latina — também será transmitida no TikTok. Do dia 20 ao 28, os usuários vão poder participar da programação que reúne empreendedores negros que mostram criatividade e inventividade nas áreas da moda, música, gastronomia, audiovisual, design e tecnologia. 

 

Olodum

O TikTok está contribuindo para manutenção das atividades do Olodum e para a transformação digital da Escola Olodum. O grupo que acaba de completar 41 anos de história é um dos parceiros estratégicos do TikTok. Com um alcance internacional, desde o princípio, o Olodum carrega anos de luta por justiça social e defesa dos direitos humanos. O grupo contará parte da sua história numa live no dia 20 de novembro e produzirá vídeos na linguagem da plataforma.

 

Digital Favela

Como forma de incentivar a diversidade dentro da plataforma, o TikTok, em parceria com o Digital Favela — iniciativa que conecta marcas a microinfluenciadores de comunidades em todo o país — irá promover workshops com 20 promissores criadores do TikTok, convidando-os a se engajarem na campanha #MinhaVozImporta, trazendo conteúdos e mensagens aderentes ao público de seus perfis na plataforma. 

 

Assista à chamada para o movimento:

Notícias Relacionadas