Sorrifácil amplia presença em SC com investimento de R$ 1 milhão numa clínica na Grande Florianópolis

27 de Abril de 2021

Unidade tem 400 metros quadrados, com centro cirúrgico, seis consultórios para atendimento de multiespecialidades

 

Foi inaugurada na última quinta-feira (22) a terceira operação da Sorrifácil na região, sendo a primeira em São José. A empresa já conta com uma unidade no centro de Florianópolis e outra em Ingleses - e está apostando alto no mercado catarinense. A marca totaliza mais de cem operações, espalhadas entre 11 estados do país e no Uruguai.

Mesmo com a crise econômica gerada pela pandemia, a Sorrifácil está abrindo novas unidades e oferecendo alta tecnologia a seu público. Só no início da operação em São José, serão criados 12 empregos diretos, entre dentistas e demais colaboradores. O investimento de R$ 1 milhão  resultou em uma estrutura que oferecerá atendimento a todas as especialidades da área odontológica, como reabilitações orais - através de implantes e outros procedimentos — e técnicas modernas, incluindo alinhadores invisíveis e harmonização orofacial.

Serviços
Com quase 400 metros quadrados, o espaço terá um centro cirúrgico, seis consultórios para atendimento de multiespecialidades, raio-X panorâmico e sala de recuperação de pacientes. A nova unidade fica localizada no coração comercial de São José (Av. Lédio João Martins, 55), no bairro Kobrasol. 

De acordo com o sócio da clínica, Alex Sandro, um dos grandes diferenciais estará na facilidade da realização de todos os tratamentos em um único local. “Vamos oferecer atendimentos multidisciplinares, que cobrem as necessidades de toda a família, e uma estrutura de primeira. Teremos também profissionais altamente capacitados, estacionamento próprio e atendimento de excelência. Tudo isso permitirá que a Sorrifácil leve o melhor da qualidade assistencial e experiência ao paciente”, afirma.

O sócio destaca que o local está preparado com os mais diversos protocolos de segurança diante da pandemia da Covid-19. Disponibilidade de álcool em gel, EPIs, controle rigoroso de biossegurança, distanciamento na recepção são algumas das medidas adotadas. “Trabalharemos com agendamento de horários para não ocorrer superlotação na clínica”, finaliza Alex Sandro, acrescentando que todos os pacientes terão a medição de temperatura aferida e responderão a um questionário de segurança.

Notícias Relacionadas