SÉRIE "Os desafios e o legado da pandemia", por Rogério Siqueira, Secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável

03 de Novembro de 2020

Retomada a quatro mãos

 

A cada novo recomeço uma folha em branco nos é apresentada. Os números evidenciam o que já é possível perceber na prática: Santa Catarina vive um momento de retomada muito importante. Ao trazer na bagagem a vantagem do aprendizado e da experiência adquirida, temos então a oportunidade de fazer diferente, pensar e agir com propósitos. Cheguei ao governo do Estado trazendo na mala, 30 anos de iniciativa privada e há mais de 120 dias aqui, na gestão pública, me deparo comum cenário de possibilidades. Há muito ainda a ser feito. 

Santa Catarina é um estado promissor, com um povo criativo e empreendedor que gera emprego e renda com dinamismo e competitividade. Com índices relevantes que demonstram o crescimento econômico, destacam o Estado, frente ao cenário nacional. Com o propósito de contribuir em uma gestão compartilhada e colaborativa, a quatro mãos, buscamos canalizar entregas e resultados. 

Os números demonstram que a diversidade da nossa economia tem sido a chave para a recuperação. O Índice de Atividade Econômica do mês de agosto mostra um crescimento regional de 3.4% em relação a julho – a maior alta entre 13 estados. Quando comparado ao mesmo período do ano passado, o crescimento é de 0.6%, um dado relevante frente a uma pandemia. Com um saldo positivo de 18.375 vagas em agosto - o melhor desempenho na região Sul - Santa Catarina também é destaque na geração de empregos, ficando atrás apenas de São Paulo (64.522) e Minas Gerais (28.339), os dois estados mais populosos do Brasil. 

Claro que o momento ainda é instável, agravado pela pandemia. Mas, seguimos em frente. Os desafios nos dão a chance de rever conceitos e traçar caminhos. Nos dão a oportunidade de, despidos das vaidades, convergir em prol de uma sociedade mais participativa e criativa. Com uma missão clara e objetiva de unir pontas, conectar e motivar pessoas. Nossa missão aqui é gerar uma espiral poderosa de prosperidade, esperança e confiança. Estamos aqui para construirmos juntos, políticas de estado, perenes.  

A pandemia da COVID-19 põe em xeque os ganhos do desenvolvimento, expõe vulnerabilidades e desigualdades. Mas, acredito que este é o momento para governo, setor produtivo e sociedade convergirem esforços, buscarem soluções e enfrentar os desafios, que não são apenas locais, são globais. 

Temos uma folha em branco a espera de uma nova história. Temos ao nosso favor o desejo de querer acertar, com equilíbrio e união. Somos peça nesta grande engrenagem que precisa girar e, apenas juntos, que vamos convergir para um futuro promissor. 

Notícias Relacionadas