Pesquisa aponta empresa brasileira como a marca mais engajada do mundo nas redes sociais

11 de Junho de 2019

O Hurb - Hotel Urbano disputou a preferência dos internautas com empresas como Netflix, Booking e Uber

Em tempos em que as redes sociais ganham cada dia mais força, mobilizando e impulsionando pessoas e decisões – como mostrou o resultado das últimas eleições presidenciais, em que as  apostas foram as redes sociais para superar as “campanhas tradicionais”, grandes empresas e marcas surfam nessa onda e registram números expressivos na web. O Hurb, novo nome do Hotel Urbano, agência online de viagens líder nacional é um desses exemplos de marcas que alcançaram o maior número de interações e menções nas redes.

Esse levantamento é disponibilizado pela empresa global de métricas de redes sociais, a Social Bakers, uma das principais fornecedoras de dados analíticos sobre eficácia da comunicação de marcas na rede social. E esse “título” se torna ainda mais atraente para a empresa quando essa comparação acontece com marcas mundialmente conhecidas, como Airbnb e Booking, sites de reservas de hospedagem, a empresa multinacional americana Uber, prestadora de serviços eletrônicos na área do transporte privado urbano, a provedora global de filmes e séries de televisão via streaming, Netflix  e os bancos Itaú, Santander e Bradesco.

Segundo João Ricardo Mendes, CEO e co - fundador da empresa, publicar conteúdos de relevância, que motivem e inspiem as pessoas, é a receita de sucesso na internet: "Nossa ideia é lançar um olhar para as mídias sociais como se fossem organismos vivos, invés de apenas plataformas de divulgação. Nossas métricas são todas baseadas em engajar o publico através de conteúdo relevante primeiramente para os usuários, e só posteriormente pensamos nas nossas métricas como empresa. Nosso alcance orgânico é alto porque o algoritmo do Facebook vai sempre considerar o engajamento das pessoas com a página. Esse alcance se traduz em um melhor resultado nos canais de performance, mas sobretudo em um aumento do tráfego direto a longo prazo", conclui João.

O estudo elenca uma série de dados e métricas nas quais são possíveis medir o comportamento dos usuários com as marcas e, dessa forma, mais assertivamente em definir a experiência dos usuários. Dados como os post’s mais engajados ou envolventes, quantidades de interações nos post’s - média mensal e anual -, quantidade de interações a cada 1000 fãs, fazem parte do estudo promovido pela empresa.  O período da pesquisa está compreendido entre os dias 29 de abril a 28 de maio de 2019.