O maior youtuber do mundo perde contratos com Disney, Google e YouTube

15 de Fevereiro de 2017

O motivo dos cancelamentos foi uma
piada antissemita e vídeos com referências
nazistas publicados por Felix Kjellberg

O conhecido youtuber PewDiePie perdeu no início desta semana uma série de contratos, dentre eles os mantidos com a Disney, dona da produtora Maker Studios, com o Google e com o YouTube.

O Google divulgou que Kjellberg não faz mais parte do grupo exclusivo de publicidade de sua empresa, que utiliza os maiores criadores da internet. Na tarde de ontem, 14/02, o YouTube informou que cancelou o lançamento da nova temporada da série “Scare Pewdiepie”, produto do Youtube Red.

Evasão de publicidade
Já começaram a ser canceladas as exibições de anúncios em alguns vídeos do youtuber e a perda do contrato com o Google, sem dúvidas, irá mexer muito em sua receita milionária, uma vez que as propagandas do programa possibilitam maiores ganhos em comparação com anúncios convencionais. “Mesmo que Felix tenha conquistado seguidores sendo provocativo e irreverente, ele claramente foi longe demais neste caso e os vídeos são inapropriados”, declarou o porta-voz da Maker Studios ao “The Wall Street Journal”, destacando que Kjellberg tinha independência editorial como parte do contrato.

A polêmica
O início deste problema começou quando o “The Wall Street Journal” publicou uma análise de nove vídeos do youtuber nos últimos seis meses. Neles, eram exibidas suásticas, saudações nazistas e referências a Hitler. Três desses vídeos já foram excluídos. Em um deles, Felix contratou dois indianos para segurarem um cartaz com a frase “morte a todos os judeus”, por meio da plataforma Fiverr.

Justificativa do youtuber
Kjellberg publicou um post no Tumblr no qual explica que estava tentando mostrar o quão louco é o mundo moderno, especialmente alguns dos serviços disponíveis online. “Eu escolhi algo absurdo para mim – pessoas no Fiverr que diriam qualquer coisa por US$ 5”, explica Kjellberg.

Para conhecer o estilo de vídeo produzido por Kjelberg clique aqui e assista ao vídeo publicado por ele nesta segunda-feira, 13/02, que já alcançou 4 milhões de views..

Notícias Relacionadas