ENTREVISTA | Raphael Ribeiro, diretor do Prêmio Empresa Cidadã Advb/SC

20 de Maio de 2016

Raphael Ribeiro

AcontecendoAqui - O Prêmio Empresa Cidadã ADVB/SC existe há 18 anos. Qual é o seu propósito? 

Raphael Ribeiro - O propósito do nosso prêmio é valorizar as empresas de SC que tratam a responsabilidade social como parte do seu dia-a-dia, desenvolvendo projetos nas áreas de preservação ambiental, desenvolvimento cultural e participação comunitária que realmente fazer a diferença para sociedade catarinense. 

AcontecendoAqui - Quais são as principais regras do Prêmio? 

Raphael Ribeiro - As principais regras são que todas as inscrições se encerram em 27/05/2016 e os cases devem se preenchidos através do site da entidade. Dados como categoria em que se busca concorrer, sinopse da ação, problemas/objetivos; as soluções e estratégias adotadas, os resultados obtidos e o envio de até 05 arquivos anexos (JPG, DOC, PPT, PDF, de até 2MB cada) são parte do conjunto de informações e dados que serão solicitadas. 
Mais informações estão presentes no regulamento do Prêmio.

AcontecendoAqui - No que ele se diferencia do formato dos Tops da ADVB? 

Raphael Ribeiro - O Prêmio Empresa Cidadã trata de um tema muito em voga, que se tornou pauta definitiva no cotidiano das empresas, contudo, há ainda outros fatores que chamam a atenção como se caracterizar como a única premiação da entidade que é itinerante, sendo realizada nos últimos anos em Lages e Chapecó, migrando esse ano para Capivari de Baixo, dentro do Parque Ambiental Tractebel, onde será realizada em 02 de agosto próximo.

AcontecendoAqui - Qual o perfil das empresas que podem participar do Prêmio Empresa Cidadã? 

Raphael Ribeiro - As empresas que podem participar são aquelas caracterizadas como empresas privadas, de economia mista, fundações de caráter privado e associações civis, desde que seus objetivos sociais não tenham como finalidade as ações destacadas nas categorias do prêmio Empresa Cidadã ADVB/SC. Vale ressaltar que isso varia muito, mas para exemplificar, no último ano, os vencedores foram as empresas Celulose Irani, Copérdia, Diário Catarinense, Eletrosul, Instituto Martinelli, Koerich Imóveis, Grupo Malwee, Portonave, RBS TV, Revista Its, SBT Santa Catarina, Sesc, Sesi Farmácias, Sicoob MaxiCrédito e Univali. Já na categoria Micro e Pequena Empresa, criada em parceria com o Sebrae/SC, as vencedoras foram: Incentive Projetos e Eventos, Miró Propaganda e Izunome. Enfim, os principais segmentos da economia catarinense presentes e as empresas sendo reconhecidas por suas ações de responsabilidade social. 

AcontecendoAqui - Via de regra vencem o prêmio grandes organizações. Qual a chance de uma empresa pequena sair vencedora? 

Raphael Ribeiro - A chance de uma pequena empresa participar e ganhar o prêmio ficou mais claro a partir do ano passado, através de uma parceria com o SEBRAE SC, onde as Micro e  Pequenas Empresas concorrem em separado das médias e grandes corporações. Além disso, o SEBRAE custeia todas as despesas das vencedoras, exceto o vídeo de 1 minuto (feito para cerimônia de entrega). Isso é um grande avanço da ADVB, já que estamos contribuindo para inspirar outros pequenos negócios a desenvolverem suas próprias ações de responsabilidade social. 

AcontecendoAqui - Qual o critério para a composição do Júri e quem são os jurados da edição 2016? 

Raphael Ribeiro - O corpo de jurados é escolhido pela diretoria executiva da ESPM Sul e é composto por mestres e doutores especialistas nas áreas da ESPM Porto Alegre, São Paulo ou Rio de Janeiro. Para 2016 a ADVB/SC ainda não sabe quem serão os jurados, pois a lista é mantidas sob sigilo até o fechamento das inscrições do prêmio, e posteriormente é repassada para o envio dos cases para avaliação. 

AcontecendoAqui - Quais os principais atributos que o júri considera nos cases? 

Raphael Ribeiro - Os objetivos são analisados em função da relevância social e comunitária do projeto, seguindo pelas estratégias traçadas para se atingir o objetivo proposto, conceito em função da originalidade e correção das estratégias, visando a maior eficácia do trabalho. A sua execução também é analisada e conceituada pela eficácia do trabalho de execução das estratégias propostas, finalizando com os resultados alcançados em função de sua abrangência, profundidade e grau de benefício social e comunitário. 

AcontecendoAqui - Como a premiação avalia resultados declarados pelas empresas em seus cases? 

Raphael Ribeiro - Os resultados declarados pelas empresas são analisados através da comprovação por meio de vídeos, fotos, relatórios, e outras formas em função de sua abrangência, profundidade e grau de benefício social e comunitário. Caso julgue necessário, a ADVB/SC poderá solicitar comprovação ou informações adicionais a respeito de qualquer trabalho inscrito, bem como realizar visita ao local de aplicação dos mesmos. 

AcontecendoAqui - Qual o valor das inscrições e a premiação concedida aos vencedores? 

Raphael Ribeiro - As empresas associadas são isentas de taxas de inscrição, enquanto os nãos associados pagam o valor de R$ 490,00 para participarem da premiação. O maior ativo que as empresas vencedoras têm, além de terem seus cases reconhecidos pelo mercado, é poder utilizar a marca “Empresa Cidadã ADVB/SC 2016”, um referencial consolidado no estado de Santa Catarina para todas instituições que buscam a responsabilidade como um importante pilar para sustentabilidade do seu negócio.

Notícias Relacionadas