Engie aposta nas redes sociais para popularizar energia solar

12 de Junho de 2019

Vendas digitais da empresa já representam 10% do faturamento

Foto: Divulgação

Há pouco mais de um ano, a área de Marketing Digital do DOT digital group aceitou o desafio de popularizar a energia solar através de uma página no Facebook. O cliente, a Engie Brasil, tinha como intenção impulsionar as vendas de suas soluções fotovoltaicas junto a consumidores residenciais de energia, demonstrando às pessoas que é possível economizar com a conta de luz ao gerar a própria energia a partir do sol. O resultado surpreendeu: no ano passado, 10% do faturamento da empresa veio das iniciativas de marketing digital, contemplando outras estratégias além do Facebook, como conteúdos ricos, Instagram e LinkedIn. 

“A tendência é uma evolução significativa do volume de vendas digitais em 2019. Até abril já tínhamos alcançado metade do total do ano passado”, conta o diretor executivo do braço de energia solar da Engie Brasil, Rodrigo Kimura. Para despertar o interesse do mercado B2C e de pequenas empresas, a equipe do DOT investiu na produção de conteúdos atrativos a diferentes perfis de consumidores, desmistificando questões como “painéis solares servem apenas para aquecimento de água”. Em um ano, a página Engie Minha Energia Solar no Facebook alcançou 22 mil seguidores e uma taxa de engajamento de 3 a 4%, acima da média do mercado (1% a 2%). 

“Quem trabalha com redes sociais sabe que é difícil crescer organicamente com o Facebook. Por isso, ficamos muito satisfeitos com o engajamento que alcançamos. De repente, vimos pessoas recomendando a energia solar, marcando amigos em postagens como se fosse uma bolsa ou um sapato”, celebra a planner digital do DOT, Alexandra Oliveira. Ela ressalta ainda o engajamento alcançado em um post sobre a decisão do estado da Califórnia (EUA) de exigir a instalação de energia solar em todas as novas residências partir de 2020. Foram 995 compartilhamentos e quase 50 mil pessoas alcançadas, com investimento de apenas R$ 100,00 no impulsionamento.

De acordo com Rodrigo, as vantagens das vendas digitais vão muito além do custo menor em relação ao vendedor convencional. “A Engie Solar tem vários perfis de clientes e o marketing digital nos ajuda a conhecê-los melhor e customizar os conteúdos de acordo com seus interesses e dúvidas”, afirma. O publicitário Luis Fernando Palermo, especialista em MarTech e gerente de Comunicação e Marketing do DOT, lembra que muitas jornadas de compra terminam no offline mas começam no marketing digital. “Hoje em dia, é impossível imaginar qualquer ação de marketing sem uma estratégia digital. B2B ou B2C, do outro lado sempre estarão pessoas. E pessoas vivem conectadas", finaliza o executivo.