Cenários para 2020 | Mario Cezar de Aguiar, presidente da FIESC

16 de Janeiro de 2020

Indústria deve consolidar crescimento em 2020

 

Após um ano de gradativa recuperação dos principais indicadores, Santa Catarina deve consolidar o crescimento econômico em 2020. 2019 foi um bom ano. Mês a mês os índices foram melhorando e ganhando consistência. Esperamos que essa curva ascendente se projete para esse ano. Essa é nossa perspectiva e nosso desejo e, provavelmente, é o que vai ocorrer no Brasil e em Santa Catarina, pois a atividade econômica do Estado acumula alta de 2,8% até outubro. O desempenho é superior à média nacional que no período foi de 0,9%.

A geração de vagas foi outro dado positivo em Santa Catarina no ano passado. De janeiro a novembro, a indústria de transformação abriu 35 mil postos de trabalho, o melhor desempenho desde 2013. A taxa de desocupação do Estado fechou o terceiro trimestre em 5,8%, a menor do país. 

Outros indicadores importantes também registraram crescimento, como é o caso da confiança, da intenção de investir, produção industrial e vendas. Diante do cenário posto hoje, as expectativas são boas. Contudo, a confirmação está condicionada ao avanço das reformas, como a tributária, que vem ganhando força no Congresso Nacional desde o ano passado, e a administrativa, que o governo anunciou que enviará em fevereiro.

Desde o ano passado, o governo vem anunciando medidas que reduziram a burocracia. Exemplos disso são a área trabalhista e as Normas Regulamentadoras (NRs). Foram avanços importantes para quem produz no Brasil. Acreditamos na continuidade deste trabalho que está melhorando o ambiente de negócios. Para Santa Catarina 2019 foi um ano positivo, com a reinstituição dos incentivos fiscais, após um amplo diálogo entre o setor produtivo, Secretaria da Fazenda e Assembleia Legislativa. Além disso, também foi aprovado o projeto de lei (458/2019) que reduz a alíquota de ICMS da indústria catarinense de 17% para 12% nas transações dentro do estado, iniciativa vai elevar a competitividade do setor.

Notícias Relacionadas