Carteira de criptomoedas descentralizada da Status chega ao Brasil

14 de Outubro de 2020

O aplicativo multifunções permite chat privado entre usuários, transferências de criptomoedas e acesso ao mundo do Ethereum de forma segura

 

No universo das finanças, não é novidade a busca por maior autonomia e segurança na hora de administrar o dinheiro - o aumento de interesse pelas criptomoedas e toda a tecnologia envolvida no entorno delas é prova disso. Sendo assim, com o objetivo de facilitar processos nesse universo e reunir várias funções num só lugar, a Status chega ao Brasil com um aplicativo seguro, criptografado e descentralizado para quem utiliza as moedas derivadas da blockchain Ethereum. Dentro dele, é possível enviar e receber criptomoedas, conversar com outros usuários e acessar a internet de forma totalmente independente e sem interferência de terceiros. 

Graças à tecnologia blockchain, que funciona de forma transparente e descentralizada, as criptomoedas se tornaram uma ótima alternativa às formas convencionais de organizações financeiras, principalmente para aqueles que rejeitam a ideia de confiar o seu dinheiro a instituições tradicionais. A primeira criptomoeda, e mais conhecida de todas, foi a Bitcoin, criada em 2009 por Satoshi Nakamoto. Desde então, várias outras surgiram e ganharam relevância, como a Ethereum (ETH), DAI e ChainLink (LINK).

 

De acordo com Carl Bennetts, um dos fundadores, “A Internet está repleta de tecnologia de vigilância e está corroendo nossos direitos humanos básicos. O App da Status é projetado para proteger suas comunicações privadas de todos, incluindo da própria Status. Este é um recurso que diferencia a Status dos aplicativos da web2. Com o aplicativo, estamos construindo um produto, uma organização e também uma infraestrutura para tornar essas tecnologias cada vez mais acessíveis em dispositivos móveis”, completou. Carl atua no ramo da tecnologia desde os 16 anos de idade e, junto com Jarrad Hope, teve a ideia de criar a Status, uma carteira digital multifunções.

O especialista em criptomoedas e coordenador de marketing da Status no Brasil, Eduardo Erlo, acrescenta: "Já existe muita gente participando do mundo das criptomoedas e finanças descentralizadas e isso não para de crescer. Em algum tempo, esse fato se tornará parte de nossas vidas, o que trará muita liberdade e exigirá responsabilidade e conhecimento." 

Carteira de Criptomoeda Segura
O aplicativo da Status funciona como uma carteira de criptomoeda segura para armazenar os tokens dentre as centenas de tipos que originam da blockchain da Ethereum. A segurança da ferramenta é garantida pelo código aberto, que atua pela transparência - ou seja, qualquer pessoa com conhecimento de programação pode verificar e inclusive contribuir com essa proteção, diferentemente de outras carteiras que estão inseridas em ferramentas centralizadas. Para garantir mais tranquilidade ao usuário, a Status oferece à venda em seu site o Keycard - um cartão físico que se torna a única chave a liberar transferências pelo aplicativo, bastando apenas encostá-lo no celular.

 

Chat privado

Um dos diferenciais do aplicativo é o chat privado, que possibilita que os usuários conversem entre si de forma totalmente criptografada e sem censura - ao contrário de outros aplicativos tradicionais que desempenham a mesma função. A privacidade existe graças à tecnologia de criptografia ponta a ponta, que dispensa a necessidade de servidores centralizados. Além disso, é possível que transferências de criptomoedas sejam feitas de uma pessoa para outra dentro do próprio chat, de forma rápida e transparente.

Navegador Web3

O Navegador Web3, disponível dentro do aplicativo da Status, permite que o usuário utilize a internet sem se preocupar em ter seus dados captados por terceiros. O acesso a websites é feito sem rastreamento, garantindo a segurança e privacidade de quem estiver conectado. Ainda dentro do navegador, o usuário também tem acesso a aplicativos descentralizados (DApps), fazendo com que o app seja uma porta de entrada rápida e fácil ao mundo da blockchain Ethereum e das finanças descentralizadas (DeFi).

A Status Network

Com a missão de trazer mais liberdade, autonomia e conhecimento em criptomoedas, a Status, que possui um token próprio (SNT), traz seu aplicativo para o Brasil. A Status Network é uma organização criada em 2017 e que no momento já atua em todos os continentes. Ela desenvolve sua tecnologia baseada em princípios como segurança, privacidade e inclusão. Além disso, a Status não possui escritório físico e funciona de forma descentralizada, com seus profissionais e embaixadores trabalhando online ao redor do mundo.

Site - https://status.im/ 

Notícias Relacionadas