Audi lança campanha sobre novo A3

09 de Outubro de 2019

A skatista Karen Jonz estrela trazendo a importância da mobilidade urbana

A Audi do Brasil apresenta hoje (9) sua nova campanha sobre o A3 e a mobilidade urbana estrelada pela skatista Karen Jonz, tetracampeã mundial na modalidade.

A campanha mostra a importância da mobilidade urbana e da integração de diferentes meios de transporte, com a mensagem de que cada pessoa tem a liberdade de escolher como se locomover e que o A3 faz parte deste cenário.

No filme produzido para a divulgação em plataformas digitais (confira a baixo), a skatista utiliza diferentes tipos de condução no dia-a-dia, como skate, patinete, bicicleta e, também, um Audi A3 edição especial 25 anos, reforçando esta liberdade de escolha e a emoção de dirigir. No final ela conclui: “os tempos mudam, a paixão fica”. A campanha foi criada e desenvolvida pela agência CUBOCC.

“A mobilidade está se transformando com a oferta cada vez maior de diferentes alternativas de transporte, principalmente nos grandes centros urbanos. Entendemos que as opções são complementares e que as pessoas utilizarão aquelas que melhor se adequam às próprias necessidades. Dentro deste contexto, um carro premium, como o Audi A3, entrega emoção, tecnologia e liberdade para o dia-a-dia”, diz Cláudio Rawicz, diretor de comunicação da Audi do Brasil.

O gerente de marketing da Audi do Brasil, Márcio Avólio, afirma: “o A3 é um veículo completo que tem acompanhado a transformação da mobilidade. Esse filme reconhece esse novo contexto e a liberdade de optar por diferentes modais na cidade. Na nossa visão, a experiência e a emoção de dirigir também fazem parte da escolha dos clientes”.

Para o chefe de operações da CUBOCC, Felipe Belinky, a campanha une a Audi ao contexto atual de mobilidade dos consumidores e eventuais consumidores de veículos premium no Brasil, concluindo: “Em um mundo onde as pessoas se movem cada vez mais de diferentes maneiras, a Audi celebra a mobilidade, ao mesmo tempo em que resgata a paixão e a emoção por dirigir”.