ARTIGO | O evento 4.0 é o adaptável

15 de Outubro de 2021

"A nova era dos eventos 4.0 não está exclusivamente na mais alta tecnologia mantendo-os no formato digital, ou sequer na volta maciça dos presenciais."

Eugênio Neto. Crédito: Fabrício Souza

Por Eugênio Neto, fundador da Neto Eventos e co-fundador Fabula Live 

 

A nova era dos eventos 4.0 não está exclusivamente na mais alta tecnologia mantendo-os no formato digital, ou sequer na volta maciça dos presenciais. A nova era do setor está na adaptação. Em maio de 2020 quando fundei a Fabula Live com o Cristiano Vicenti, startup de estúdios 360º focada em soluções de transmissões digitais, nós só tínhamos o caminho virtual para que instituições e empresas não deixassem de compartilhar conhecimentos, lançamentos, campanhas ou mesmo motivação para os seus públicos. Rapidamente nos adaptamos, aprimoramos e evoluímos em tempo recorde na entrega. Vimos novos profissionais surgirem renovando o mercado enquanto clientes inovavam desbravando as possibilidades do universo virtual, muitos pela primeira vez. Segundo dados de pesquisa da startup Even3, entre junho de 2020 e junho de 2021 os eventos on-line cresceram mais de 300%. Mas, isso não significa o domínio virtual deste mercado. Assim como a liberação dos eventos presenciais não significa que todos voltarão à era dos congressos de classe com 10 mil participantes.

Avaliando ambas as realidades, e por quase 30 anos eu atuei ativamente no setor de eventos presenciais com a Neto Eventos, empresa de locação de equipamentos de som e transmissão, podemos observar que a nova era dos eventos tem o privilégio de unir o melhor dos dois mundos: real e virtual. O termo híbrido, na minha opinião, sequer resume o catálogo de possibilidades para os produtores de eventos que agora podem projetar alinhando a energia do presencial com o alcance indiscutível do virtual. As duas faces dos eventos, a que sempre conhecemos e a que imergimos no último ano, se somadas, nos projetam a um dos melhores momentos do mercado. Depois de agonizar por quase dois anos, o renascimento dos eventos vem com o extra da resiliência.

O futuro do setor dos eventos, que já chegou, será de quem melhor se adaptar porque no último ano e meio eu acompanhei empresas e instituições de grande porte caberem em estúdios e chegarem onde jamais tinham pensado chegar. Desde maio de 2020 eventos com recorde de público não foram raros na Fabula Live e muitas marcas viram no virtual a oportunidade real de expansão. Mais de 50% dos nossos clientes voltaram para um segundo evento em estúdio, e sabemos que mesmo que retornem ao presencial, eles não deixarão essa importante ferramenta de fora dos seus projetos. Nós, dos bastidores dos eventos, já fomos presenciais, virtuais e agora seremos 4.0, que é quando reuniremos todos os recursos disponíveis para uma nova jornada fabulosa no mercado dos eventos. 

Notícias Relacionadas